Esposa de líder da Minerworld está presa por tráfico internacional de drogas

Yslanda teve casamento de luxo com Cícero em 2009.

Siga no
Imagem de mulher presa e triste
Mulher presa

A esposa do líder da Minerworld, Yslanda Maria Alves Barros, está presa há nove meses após ser apontada como operadora de lavagem de dinheiro para o tráfico internacional de drogas.

Para cometer o crime, Yslanda teria atuado como preposta do ex-major Sérgio Roberto de Carvalho, que está foragido da justiça e é alvo na Operação Enterprise, deflagrada pela polícia federal em novembro de 2020.

A operação foi considerada pela PF como a maior apreensão de Cocaína no Brasil, visto que foram mais de 50 toneladas da drogas apreendidas. Na ocasião, foram presas pessoas em vários estados, que participavam do esquema, segundo nota da polícia federal.

Esposa de líder da Minerworld segue presa após associação com tráfico de drogas

Yslanda Maria Alves Barros acabou sendo presa pela polícia federal em novembro de 2020, durante as ações da Operação Enterprise, que chamou atenção das autoridades pelo grande volume de drogas transportado do Brasil.

Segundo o Campo Grande News, Yslanda foi presa em sua casa na capital do Mato Grosso do Sul, após atuar como preposta do ex-policial que segue foragido. Ela cumpre pena no Instituto Penal Feminino Irmã Zorzi.

Quando presa ela foi apontada como uma das pessoas responsáveis por lavar o dinheiro do esquema, com uso até de criptomoedas. Contudo, a defesa dela nega que ela seja indiciada por isso e tenha culpa no caso, apontando que ela é investigada por integrar organização criminosa e associação ao tráfico.

O que chama atenção no caso é que Yslanda é ex-esposa do piloto Silvio Berri Junior, que trabalhava para Fernandinho Beira Mar antigamente e também fazia transporte para a quadrilha alvo da operação Enterprise.

Em 2019, Yslanda acabou se casando com Cícero Saad, da Minerworld, em um evento de luxo que despertou a ira dos investidores do esquema de pirâmide financeira.

Como a Minerworld chegou ao fim?

Cheia de eventos de luxo para convidados e promessas de rendimentos fixas no mercado, a Minerworld chegou definitivamente ao fim quando o GAECO no Mato Grosso do Sul deflagrou a operação Lucro Fácil, em abril de 2018.

Na época a empresa viu serem cumpridos mandados de busca e apreensão nos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, onde foram colhidos documentos pelos agentes, dispositivos eletrônicos e até armas de fogo.

GAECO apreendeu documentos da Minerworld em 2018
GAECO apreendeu documentos da Minerworld em 2018/Divulgação

Após a operação a Minerworld já não tinha mais como sustentar suas operações e vários clientes ainda correm na justiça para tentar reaver algum valor do esquema, encerrado após a última grande alta no preço do Bitcoin.

No caso da Minerworld, os ganhos eram justificados pela mineração de Bitcoin, algo que essa empresa nunca comprovou realizar de verdade.

Notebook com imagem da Minerworld pirâmide esposa líder
Notebook com imagem da Minerworld apreendido em Operação Lucro Fácil/Divulgação

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Praia do Forte em Cabo Frio pirâmide com Bitcoin

Eagle Eyes, empresa do “Pastor do Bitcoin” em Cabo Frio suspende saques

A empresa Eagle Eyes, que operava com sede na cidade de Cabo Frio (RJ), é mais uma possível pirâmide usando a imagem das criptomoedas...

Segunda maior pool de Ethereum encerra atividades devido a restrições na China

A SparkPool, segunda maior pool de mineração de Ethereum, anunciou que encerrará suas atividades no dia 30 deste mês. Hoje a pool é responsável...

Empreendedores vs investidores, quem ganhou mais dinheiro com criptomoedas?

Qual será a melhor estratégia para ganhar dinheiro, investir direto em criptomoedas ou empreender em setores essenciais relacionados a elas? Neste artigo faremos um comparativo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias