63% dos europeus acreditam na sobrevivência das criptomoedas

Pesquisa revela o que os europeus esperam para o futuro envolvendo ativos digitais.

Siga no

Uma pesquisa realizada recentemente mostra que grande parte dos entrevistados acreditam que o mercado de criptomoedas sobreviverá por mais dez anos. Porém, a confiança dos entrevistados é menor quando o assunto é Bitcoin.

As criptomoedas ainda devem conquistar espaço no mercado. Com apenas dez anos, o novo e promissor mercado necessita de expandir para setores ainda controlados pelo sistema financeiro tradicional. Com as facilidades envolvendo ativos digitais, a tendência é de crescimento nos próximos dez anos.

63% dos europeus acreditam na sobrevivência das criptomoedas

Mais de dez mil europeus foram entrevistados em um questionário sobre as criptomoedas. A pesquisa buscou entender o que esperam os entrevistados sobre o futuro das criptomoedas no mercado. Para 63% deles, as criptomoedas continuarão atuando nos próximos dez anos. Desse modo, grande parte dos europeus relacionados à pesquisa apontaram para a permanência das criptomoedas.

Os entrevistados fazem parte de dez países na Europa. A pesquisa foi realizada pela exchange Bitflyer Europe. A empresa buscou mensurar a expectativa dos europeus a longo prazo em relação ao mercado de criptomoedas. Entre os países mais otimistas está a Noruega. No país, 73% dos entrevistados acreditam que o mercado de ativos digitais deverá sobreviver por mais dez anos.

Em segundo lugar está a Itália. Nesse país, cerca de 68% dos entrevistados revelaram-se otimistas em relação ao mercado de criptoativos. Já a Holanda aparece em terceiro lugar com 67% dos entrevistados acreditando nos ativos digitais.

O mesmo índice da Holanda foi também encontrado entre os que participaram da pesquisa na Polônia, sendo assim, os dois países dividem o terceiro lugar na pesquisa. Por outro lado, foi na França que a menor credibilidade foi registrada. Nesse país 55% dos entrevistados demonstraram confiança a longo prazo no mercado de criptomoedas.

Outros que participaram da pesquisa foram Espanha 66%, Dinamarca 63%, Alemanha 63% Bélgica 59% e Reino unido com 57%.

Índice é menor quanto o assunto é o Bitcoin

A análise também perguntou sobre o Bitcoin especificamente para todos os entrevistados. No geral, o número foi menor que o índice relacionado ao mercado como um todo.

Enquanto 63% dos entrevistados acreditam na sobrevivência do mercado de criptomoedas nos próximos dez anos, somente 49% dos entrevistados pensam o mesmo sobre o Bitcoin. Sendo assim, a confiança dos europeus no Bitcoin é menor que em todo o mercado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Bilionário Mark Cuban irrita comunidade ao falar mal das criptomoedas

Mark Cuban, bilionário que investe em Bitcoin e outras criptomoedas, voltou a irritar a comunidade das criptomoedas ao comparar sua explosão com a bolha...

Rafael Portugal perdeu R$ 1,2 milhão na pirâmide do “Faraó dos bitcoins”

A GAS Consultoria se tornou uma das mais notórias pirâmides de Bitcoin do Brasil e causou um prejuízo bilionário para investidores em todo o...

Jornalistas e investidores de criptomoedas são estúpidos, diz Nassim Taleb

Nassim Taleb, renomado escritor e investidor, voltou atacar o Bitcoin nesta quinta-feira (22). Segundo ele, o Bitcoin é igual a bolha das tulipas porém...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias