99% dos brasileiros erram pergunta básica sobre Bitcoin

Brasileiros com bandeira do país
Brasileiros com bandeira do país /Imagem de luni39 por Pixabay

Uma pesquisa básica sobre o Bitcoin foi respondida por alguns brasileiros, mas acabou sendo errada pela maior parte dos participantes.

O material foi produzido pela CryptoLiterary.org, uma instituição que promete acompanhar o desenvolvimento do Bitcoin pelo mundo, ajudando em iniciativas de educação, com apoio da Coindesk, Coinme, Pantera Capital e Digital Currency Group.

Um dos recursos para medir os conhecimentos das pessoas no assunto é um questionário, com 98% dos participantes pelo mundo errando questões básicas. Os brasileiros ainda foram piores.

Pesquisa básica sobre o Bitcoin tem brasileiros como destaques

Qual é o limite do Bitcoin? Como realizar uma transação de Bitcoin entre pessoas? Essas e mais algumas perguntas ainda são nebulosas para muitas pessoas pelo mundo.

No Brasil, contudo, esse dado pode ser ainda mais alarmante, visto que 99% dos brasileiros não sabem aspectos básicos sobre a tecnologia, segundo um levantamento divulgado nesta segunda-feira (1).

“A organização também revelou os resultados da pesquisa Crypto Literacy inaugural – alimentada por YouGov – que descobriu que 99% dos brasileiros e mexicanos, e 99% dos americanos e usuários de criptomoedas ou bitcoin são incapazes de passar em um teste que avalia fatos básicos sobre criptomoedas.”

Segundo o levantamento, o desempenho dos brasileiros está muito pior que de outros países como México e Estados Unidos, com somente 3 entre 10 conseguindo responder a um terço do questionário, que tem 17 questões.

Neste mês de novembro, a empresa por trás desse questionário planeja criar uma ampla divulgação sobre o mercado de criptomoedas, com iniciativas educacionais sendo divulgadas pelo mundo todo.

Ao comparar a taxa de adoção das criptomoedas entre os três países, contudo, o questionário indica que são similares, com 15% dos brasileiros sendo conhecedores do termo Bitcoin, 14% no México e 17% nos Estados Unidos.

Qual é o limite máximo do Bitcoin foi perguntado, 36% dos brasileiros disseram que era infinito
Qual é o limite máximo do Bitcoin foi perguntado, 36% dos brasileiros disseram que era infinito /Reprodução

O único ponto que os brasileiros foram melhores em relação à população dos outros países observados é quando questionados sobre a vontade de comprar Bitcoin, quando 30% dos participantes inclinados a realizar aportes no futuro próximo. Mas para isso, é importante melhorar a compreensão sobre o assunto, que de acordo com resultados do questionário ainda é baixa.

Problema ou oportunidade?

Se para muitos saber que os brasileiros não sabem sobre o Bitcoin é um problema, para outros isso mostra uma oportunidade de um mercado inexplorado e pode receber no futuro mais iniciativas educacionais.

Vale lembrar que o Bitcoin é uma tecnologia nova, completando no último dia 31 de outubro os primeiros 13 anos desde que o whitepaper do projeto foi apresentado a público. Assim, é normal que muitos ainda não conheçam nada sobre a tecnologia de pagamentos pela internet, sendo essa uma pesquisa que pode ajudar a moldar iniciativas futuras.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias