Inicio Bitcoin A história das moedas físicas de Bitcoin

A história das moedas físicas de Bitcoin

-

Compartilhe
Kialara de 1 BTC

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas físicas do bitcoin, bem como barras de ouro e até mesmo pendrives que funcionam como dinheiro físico.

A primeira moeda

Estima-se que a primeira moeda física de Bitcoin tenha sido criada pelo usuário tcatm com vidro(epóxi) e cobre, como você pode ver neste tópico de dezembro de 2010 no bitcointalk. Embora a moeda não tivesse nenhuma chave privada contida nela e fosse apenas um souvenir, ela claramente serviu de ideia para o usuário casascius, que futuramente começou a criar moedas físicas de Bitcoin.

Primeira moeda física de Bitcoin

As BitBills

A primeira moeda física de Bitcoin lastreada por BTC na verdade foi uma espécie de cartão, as BitBills, que foram anunciadas em maio de 2011, os cartões possuem um código QR e endereço de BTC na parte traseira para verificação do saldo e uma chave privada escondida por um holograma na parte frontal.

Além disso o cartão era laminado por plástico para aumentar a segurança, caso o cartão estivesse aberto, a chave privada estaria comprometida e o cartão não teria valor nenhum. Havia quatro tipos de cartões com quatro valores diferentes, 1, 5, 10 e 20 BTC, lembre-se que na época cada BTC valia entre 1 e 10 dólares.

Bitbills – A primeira moeda lastreada em BTC

As Casascius

As casascius coins levam o nick de seu criador em seu nome e provavelmente são as mais famosas devido especialmente a sua beleza, você já deve ter visto elas na imagem de destaque de algum artigo sobre BTC.

Várias Casascius – Uma das imagens de Bitcoin físico mais famosas

As primeiras moedas de 1 BTC começaram a ser vendidas em setembro de 2011, feitas em cobre maciço com o símbolo do BTC na parte frontal, bem como os dizeres em latis VIRES IN NUMERIS e o ano da cunhagem, já na parte traseira a moeda apresentam um holograma com o as palavras CASASCIUS e ORIGINAL e os 8 primeiros dígitos do endereço público de BTC. Debaixo do adesivo holográfico está a chave privada do endereço.

Casascius Series-1 com erro de impressão

Conforme o público foi comprando a ideia, ele começou a produzir mais moedas em diferentes materiais e valores de BTC, como de 10 BTC em uma moeda de prata, 25 BTC em liga banhada a ouro e até mesmo uma barra banhada a ouro com 100 BTC e uma moeda de ouro com 1000 BTC.

Barra banhada a ouro com 100 BTC

Tudo andava bem, até que o Estado apareceu! Uma agência do Departamento do Tesouro dos EUA informou que a cunhagem de tais moedas o caracterizava como um emissor de dinheiro, ou seja, ele precisaria de licenças para continuar a produção das moedas, foi então que ele decidiu parar de emitir novas moedas em novembro de 2013. Apesar disso, ele continuou vendendo moedas, porém sem chaves privadas e BTC dentro.

Mike Caldwell conhecido como casascius e sua produção

Caso você tenha interesse, no site uberbills é possível ver o número de casascius existentes e quantas delas já foram abertas (saldo gasto), moedas lacradas são mais valorizadas por conta de sua raridade porém apesar da proteção do lacre holográfico, golpistas podem injetar um solvente entre a moeda e o adesivo, copiar a chave privada, grudar o adesivo novamente, vender a moeda sem indícios de adulteração e então esvaziar a carteira após a venda, então é bom tomar todos os cuidados na hora de comprar uma moeda lacrada. Além disso, é preciso tomar cuidado com falsificações.

À esquerda uma falsificação – À direita uma original

Casascius aberta revelando a sua chave privada

As Denarium

As moedas Denarium surgiram em 2015 e são cunhadas pela empresa finlendêsa Prasos, seus produtos parecem bastante com as casascius, contendo um lado maciço de diferentes materiais e um holograma no verso, bem como uma barra de ouro. Uma das diferenças é a opção de comprar as moedas com ou sem o saldo de BTC.

Denarium Coin de 2016 com 1 BTC

Barra de ouro Denarium

Outras moedas

Como você deve ter percebido, este é um setor bem aberto a concorrência quando o Estado não se intromete, algumas outras famosas são as Titan Bitcoin e também as Lealana, esta última que também começou a ganhar fama com moedas de altcoins como Litecoin e Monero.

Titan Bitcoin de 0,5 BTC

Lealana coin de Litecoin

Opendime

O Opendime não é uma moeda propriamente dita, e sim um pen drive, porém funciona como uma moeda ou uma nota. A diferença para outras hardware wallets é que você precisa romper um lacre para obter a chave privada, ou seja, funciona basicamente como as moedas citadas acima porém ele é entregue zerado e o usuário gera as chaves privada e pública através de entropia na primeira vez que usá-lo.

Opendime – Uma nota em forma de pen drive

Moedas decorativas

A vasta maioria das moedas vistas por ai são meramente decorativas, elas não possuem nenhum BTC ou outra criptomoeda dentro, servem apenas como uma lembrança e é possível encontrar uma gama de designs e materiais diferentes, incluindo de quase todas altcoins mais famosas.

Moedas em geral sempre foram itens colecionáveis, e com tais moedas não é diferente, e tendem a valorizar com o tempo conforme a sua raridade, existem inclusive algumas casascius com erro de impressão(faltando um “s”), o que as tornam ainda mais raras e caras. Apesar da beleza das moedas físicas, a certa facilidade em falsificar ou aplicar algum golpe nos lembra que essa ideia é um retrocesso e que a blockchain é um meio muito mais seguro.

 

Bônus: Em 2018, John McAfee apareceu no Twitter dizendo que criaria a sua moeda física, a McAfee Redemption Unit, e as notas traziam personagens controversos começando pelo próprio John, Roger Ver, Brock Pierce e Jihan Wu.

XDEX:Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado.Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Innova Mine: A cidadela da mineração e trade de criptomoedas

A Innova Mine é um novo projeto da indústria de criptomoedas que opera um modelo de negócios revolucionário. A empresa está sediada na Austrália...

MyAlice: Ex-sócio denuncia esquema em empresa de criptomoedas, “sumiram mais de 100 bitcoins”

Uma grave denúncia contra a MyAlice foi realizada por um ex-sócio da empresa no Facebook. Através de depoimento, Jean Kássio mostra como os negócios...

MP abre inquérito contra a Dreams Diggers por suposto esquema de pirâmide

O Ministério Público, por meio da 5ª Promotoria da Justiça do Consumidor de Salvador (BA), acaba de abrir inquérito civil para investigar a Dreams...

O valor da escassez dos ativos digitais

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de...

A história das moedas físicas de Bitcoin

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central...

Visa, Uber e Paypal vão apoiar a criptomoeda do Facebook

A criptomoeda do Facebook ganhou importantes aliados, como a Visa, Uber e Paypal. As três empresas anunciaram que apoiam a GlobalCoin. A previsão é...

Halving do Litecoin pode ser o maior evento de 2019

Certamente discutir sobre preços de criptomoedas é algo paradoxal, logo não é o foco discutir essa perspectiva. Isso porque o halving do Litecoin (LTC)...
 

COMENTÁRIOS

Compartilhe