Ano novo Chinês vai afetar o mercado de criptomoedas?

Um tanto de chineses vão vender bitcoin para comprar ovo de pascoa... alias, panetone!

Siga no
China
Imagem: Pixabay

O Ano Novo Chinês acontece oficialmente no dia 5 de fevereiro. Os efeitos deste evento são sentidos em todo o mundo. Será que o ano novo chinês afetará o mercado de criptomoedas e, em caso afirmativo, de que maneira?

As celebrações do Ano Novo Chinês já começaram e as festividades continuarão até o dia 19 de fevereiro. Este período é marcado por comemorações, e muitos chineses optam por tirar férias ou visitar parentes durante o período.

Assim, milhões de chineses devem viajar para o exterior nas próximas semanas. Além disso, muitos chineses também viajam dentro do país gigantesco para se reunir com a família. Toda a China deverá desacelerar um pouco nas próximas semanas – assim como a maioria dos países fazem durante as celebrações do Natal e do Ano Novo.

Resta ver exatamente quais efeitos essa desaceleração terá no mercado de criptomoedas.

Embora o comércio de criptomoedas tenha sido oficialmente banido pelo governo chinês, uma grande variedade de traders de criptomoedas chineses tem conseguido contornar essas restrições, por exemplo, através do uso de VPNs.

Além disso, muitos negócios chineses relacionados à criptomoedsa ainda estão ativos – mas deixaram a China continental. Tanto a Binance quanto a Tron são exemplos disso. Enquanto a Tron tem duas sedes, uma em Pequim e outra em San Francisco, a Binance tem operações em todo o mundo – incluindo Japão, Cingapura, Uganda, Malta e Jersey.

Traders chineses podem influenciar o mercado de criptomoedas

Tudo isso torna evidente que os traders chineses ainda têm influência significativa sobre o desempenho do mercado de criptomoedas. De fato, tem havido especulação de que a saída de dinheiro chinês pode sobrecarregar o mercado de criptomoedas em 2019.

Seja como for, fica claro que a desaceleração econômica geral esperada pelo Ano Novo Chinês poderia impactar o mercado de criptomoedas. A Ethereum World News informou recentemente que o volume de negócios em Bitcoin foi diretamente impactado pelo início das festividades em 28 de janeiro.

Devido a isso, é inteiramente possível que o volume de comércio caia ainda mais durante as próximas festividades chinesas. Além disso, alguns investidores chineses podem ter que liquidar algumas das suas participações para financiar planos de férias e viagens.

No entanto, resta saber se isso realmente acontece ou não. Sabe-se que o desempenho dos mercados de criptomoedas diverge dos mercados de ações tradicionais. Será, portanto, interessante observar como o sentimento do mercado continua a se desenvolver nas próximas semanas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Preço da Dogecoin em queda no mercado

Carro Dogecoin na NASCAR quebra, preço da moeda também

O carro patrocinado pela comunidade Dogecoin na NASCAR quebrou, e o preço da criptomoeda também despencou no último final de semana. Essa coincidência chamou...
China vs Bitcoin. Image: SHutterStock

Terceiro maior banco do mundo proíbe compra de Bitcoin, preço cai 5%

O Agriculture Bank of China (AgBank), terceiro maior do mundo, anunciou na manhã desta segunda (21) que vai proibir seus clientes de negociarem criptomoedas,...
Leão. Imagem: Shutter Stock

Banco Central Europeu: “Bitcoin é um animal muito perigoso!”

O Bitcoin já foi chamado de várias coisas diferentes por autoridades do mundo todo, mas agora ele acaba de ganhar uma definição um tanto...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias