Apenas dez carteiras controlam 70% da criptomoeda Shiba Inu

Poucas baleias têm muitas moedas.

Siga no
Mooncake de Shiba Inu
Mooncake de Shiba Inu

O crescimento da base de usuários de Shiba Inu se aproxima do 1 milhão, movimento que mostra que essa não é uma criptomoeda desconhecida mais.

Baseada na tecnologia Ethereum, esse token ERC20 já conta com 1,9 milhão de seguidores pelo Twitter, um número crescente. Essa marca impressiona ainda mais ao ver que o Ethereum tem apenas 1,8 milhão de seguidores pela mesma rede social.

Vale lembrar que o principal impulso da SHIB foi de fato em outubro de 2021, quando essa moeda explodiu no mercado e chamou atenção de muitos investidores, principalmente iniciantes.

Contudo, muitos que mergulharam no universo dessa moeda meme ainda não entenderam os aspectos técnicos da moeda e alguns dos riscos que a Shiba Inu ofecere.

Números impressionantes da Shiba Inu, com comunidades movimentadas e quase 1 milhão de usuários da rede

A Shiba Inu é um token que tem chamado a atenção de alguns investidores, que acabaram levando esse ecossistema de memes a ganhar notoriedade. Segundo dados da rede Ethereum, a SHIB hoje tem 932.538 carteiras ativas, se aproximando da marca de 1 milhão de usuários.

Essa marca acaba sendo importante para uma moeda que espera apenas substituir a Dogecoin, sendo esse talvez o maior objetivo do projeto.

Em comunidades, contudo, a Shiba Inu segue longe de se aproximar da Dogecoin, visto que essa moeda de cachorro conta com 2,4 milhões de seguidores só pelo Twitter.

Ocupando a 11.ª capitalização de mercado, com US$ 30 bilhões, a Shiba Inu ainda está duas posições atrás da Dogecoin, que tem hoje US$ 36 bi de valor. De qualquer forma, para uma moeda criada em 31 de julho de 2020, pouco mais de um ano, os números de seguidores são expressivos e mostram um grande interesse em acompanhar o projeto.

Criptomoeda Shiba oferece riscos importantes

Apesar do interesse das pessoas em participar das comunidades de criptomoedas memes de cachorro, os casos de uso do ponto de vista da tecnologia são mais complicados para uma grande adoção.

Um deles é o quesito enviar Shiba Inu pela rede Ethereum, conhecida pelas altas taxas de transações entre carteiras. Para enviar 1 Shiba entre carteiras, por exemplo, um usuário pagaria um GAS em Ethereum de cerca de US$ 0,2.

Ou seja, custa cerca de 3.500 vezes o valor para se enviar uma única moeda pela rede, o que a torna importante apenas em especulações de mercado dentro de corretoras, não sendo uma moeda realmente, mesmo com empresas afirmando ter a intenção de receber este token como pagamento, como a rede de cinemas AMC, que está considerando.

Outro ponto perigoso da Shiba Inu é a alta concentração de carteiras, sendo que os dez maiores detentores da moeda tem cerca de 70% de todas as SHIB, segundo dados do Coincarp.

Ainda que muitos detentores da SHIB defendam que essa concentração não é verdadeira e uma queima de moedas já diminuiu a quantidade total de Shiba Inu, esse ainda é um ponto de risco, visto que poucas baleias detêm muitas moedas, podendo influenciar no preço do token no mercado.

Esses pontos devem ser considerados ao se investir em criptomoedas memes, que podem até ter dado bons retornos no passado, mas para o futuro não é possível garantir que isso volte a se repetir, principalmente ao se considerar a falta de fundamentos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

CEO da Binance se torna o chinês mais rico do mundo, diz site

Changpeng “CZ” Zhao, o famoso CEO da Binance, é um nome muito importante dentro do criptomercado e até mesmo na economia como um todo....
Criptomoeda do Facebook Diem e Libra

Facebook não vai mais proibir propagandas de criptomoedas

Desde o final da alta das criptomoedas em 2017 o Facebook e outras redes sociais limitaram ou até proibiram propagandas e conteúdo patrocinado sobre...

Homem é abordado na rua e obrigado a transferir bitcoins para assaltantes

Os crimes no criptomercado podem acontecer de diferentes maneiras, desde os roubos realizados em golpes digitais até mesmo roubos físicos. A polícia de São...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias