Com adoção do Bitcoin em alta, Argentina vai aumentar impostos

Consequência da adoção é aumento de impostos?

Mão segurando notas próximo a bandeira da Argentina
Mão segurando notas próximo a bandeira da Argentina

A adoção de Bitcoin na Argentina cresce em ritmo acelerado, e o governo começou a preparar um aumento nos impostos para os investidores do setor. A busca por criptomoedas no país tem como característica uma fuga da população do Peso argentino, uma das moedas que mais sofre com inflação no mundo.

Como os argentinos estão acostumados com o uso do Dólar em sua economia também, a chegada das criptomoedas foi uma opção a mais, inclusive com stablecoins.

De qualquer forma, a empresa Strike chegou recentemente na Argentina com sua solução de Bitcoin, que trabalha com a Lightning Network. E um dos que acompanham esse movimento é Antony Pompliano, um dos mais respeitados educadores de Bitcoin.

“Adoção de Bitcoin na Argentina cresce em ritmo acelerado”

Um dos principais youtubers de Bitcoin nos Estados Unidos é Antony Pompliano, defensor da tecnologia e de seus casos de uso, seja como reserva de valor ou meio de pagamento. E em um vídeo divulgado na última semana, ele destacou que o Bitcoin está tomando o controle na Argentina.

Isso porque, a adoção do bitcoin como moeda no país vizinho ao Brasil cresce em um ritmo insano, tanto na rede (onchain), quanto na segunda camada Lightning Network.

“Primeiro é importante entender que a Argentina está em uma situação econômica terrível. A inflação vai alcançar 55% de crescimento esse ano e o PIB cairá 12%. E agora 100 mil pessoas baixaram o aplicativo da Lightning Network, mostrando a grande adoção de Bitcoin no país”.

Pompliano lembra que a Strike viu essa chegada promissora em apenas duas semanas, ou seja, o Bitcoin é a válvula de escape das pessoas que confiam cada vez menos em seu governo e banco central, optando por utilizar um dinheiro que não pode ser degradado por ninguém.

Antony é conhecido por ser um entusiasta do Bitcoin e segue de olho no país sul-americano.

Governo se prepara para aumentar impostos

A adoção de Bitcoin em ritmo acelerado na Argentina não agrada nada seu governo, que já prepara um pacote de impostos para o mercado de criptomoedas. Atualmente, a cobrança de impostos no país segue um regime do chamado Imposto sobre Cheques.

Mas na última semana, assim como Paulo Guedes no Brasil, o Ministro de Finanças da Argentina, Martín Guzmán, se reuniu no G20 para explicar a realidade do país, quando acabou falando das criptomoedas.

Segundo o portal Âmbito, o ministro declarou que o Governo da Argentina concorda com um estudo sobre a coleta de informações sobre o mercado de criptomoedas, que envolveria uma nova frente de cumprimento de obrigações fiscais.

Especialistas do setor no país acreditam que esse movimento indica a criação de mais impostos para criptomoedas na Argentina, uma medida que certamente afasta empresas do setor e diminui a geração de renda que essa atividade leva ao país.

De qualquer forma, é possível que a adoção em massa do Bitcoin no país esteja fazendo pressão no governo que aparentemente quer tributar mais.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias