Atlas Quantum recorre e perde em processo

Empresa tem dificultado saques de clientes desde 2019.

Siga no
Atlas Quantum
Atlas Quantum

A Atlas Quantum recorreu na justiça contra um cliente que teve problemas com saques na plataforma. Em primeira instância a justiça já havia decido a favor do cliente, que tem presos 16 Bitcoins pela empresa.

Desde 2019 de fato os clientes tentam sacar seus valores da fintech, com sede em São Paulo. Após captar recursos de clientes, que seriam rentabilizados por um suposto robô de operações automáticas, a CVM emitiu alerta contra a empresa.

Sem autorização da autarquia federal para captar novos recursos, os saques começaram a atrasar. São vários os processos que correm no judiciário brasileiro envolvendo a Atlas e seu problema em honrar os saques.

Na última semana, uma empresa israelense de investigações internacionais apontou que o Bitcoin da Atlas Quantum passou por um mixer. Dessa forma, os recursos dos clientes poderiam até estar sendo ocultados.

Atlas Quantum recorre de decisão judicial e perde, cliente tem R$ 900 mil presos

Um cliente da Atlas Quantum corre para reaver seus investimentos na empresa. Com problemas em saques desde 2019, o cliente viu seus 16 bitcoins ficarem presos na plataforma.

Dessa forma, recorreu ao judiciário paulista, citando que a Atlas cometeu práticas abusivas. Com base no Código de Defesa do Consumidor, conseguiu decisão favorável na justiça. Em primeira instância, a Atlas foi condenada a pagar o valor em até 48 horas.

“para o exato fim de determinar às requeridas que procedam à liquidação total de criptomoedas que detém em nome do autor, procedendo a transferência de 16.14073366 bitcoins para o endereço eletrônico indicado pelo autor”, trecho da decisão judicial contra Atlas

Contudo, ao receber a notificação, a Atlas Quantum recorreu para a segunda instância, alegando problemas na decisão inicial. O caso foi parar nas mãos do desembargador relator Alfredo Attié, que julgou o imbróglio no último dia 2 de setembro.

De acordo com a decisão, publicada no DJSP nessa semana, o desembargador afirmou que não é possível reconhecer o recurso. Ou seja, a Atlas deverá devolver o valor ao cliente, acrescido de multa de 5 mil por dia de atraso, com limite máximo de 30 dias. Para a devolução, a justiça deixou um endereço de Bitcoin para a Atlas realizar o depósito.

Problemas constantes e clientes indignados resumem o caso Atlas no Brasil

A Atlas Quantum de fato chamou muita atenção no Brasil, após fazer campanhas agressivas de marketing. Até eventos com atores globais a empresa patrocinou, além de outdoors espalhados pela cidade de São Paulo.

Muitos investidores conheceram a empresa com a imagem de sucesso nos investimentos. Isso porque, com um robô de investimentos apelidado de Quantum, a Atlas não mostrava prejuízos em suas operações. Mesmo após pedidos de auditoria da comunidade brasileira, a empresa nunca fez questão de apresentar as respostas de sua idoneidade.

O negócio ruiu e continua a dar dor de cabeça aos investidores, e alguns acusam até a empresa de operar um esquema de pirâmide financeira. O criador da empresa, Rodrigo Marques dos Santos, é investigado pelas autoridades.

Por fim, quem acreditou em rendimentos fáceis com Bitcoin, ainda sofre com problemas de saques. Inclusive estrangeiros que acreditaram na Atlas não tem conseguido sacar, como uma empresa de Honduras que perdeu milhões na Atlas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Hacker e Bitcoin

Protocolo DeFi sofre ataque hacker e perde R$720 milhões

O protocolo de finanças descentralizadas Cream Finance sofreu um ataque que drenou 720 milhões de reais em tokens através de um ataque que utilizou...
Foto da Fachada da Prefeitura de Niterói

Niterói observa tecnologia blockchain, prestes a criar moeda digital

A cidade de Niterói é uma das que observa o potencial da tecnologia blockchain de perto, período em que também avalia criar uma moeda...

Shiba Inu ultrapassa Dogecoin em valor total de mercado

Conforme a queda do Bitcoin arrastou a maioria das criptomoedas alternativas para baixo, isso fez a Dogecoin cair mais de 8% nas últimas 24...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias