Ator teria ajudado em sequestro que recebeu resgate em Bitcoin

Foram pagos mais que R$ 3 milhões pelo resgate!

Siga no
Sequestro envolvendo Bitcoin e criptomoedas
Sequestro

Um ator tailandês tem sido ligado a um sequestro de um homem de Singapura, que pagou pelo seu resgate em Bitcoin. A vítima é um empresário cingapuriano, de 33 anos, que afirma ter sido torturado pelos sequestradores.

Este caso ainda é apurado pela polícia tailandesa, uma vez que o crime teria ocorrido neste país. Por lá, os sequestradores podem ter sido identificados pela vítima, Mark Cheng, através do uso de uma caminhonete.

O caso é apurado por Montri Yimyaem, que é tenente-general da Polícia Provincial da Região 2, na Tailândia. As informações são do South China Morning Post.

No Brasil, recentemente, um caso de sequestro envolvendo Bitcoin também foi registrado. Neste caso o que chamou atenção de fato é que um “amigo” foi apontado como o principal suspeito, conforme apurado pelo Livecoins.

Ator foi convocado para explicar sequestro que teve Bitcoin utilizado para pagar o resgate

Um ator tailandês, que ainda não teve o nome revelado, já foi convocado para dar explicações deste caso. O que certamente chamou atenção da vítima foi o uso de uma caminhonete pelos sequestradores, que teria ligação com o ator.

A vítima conseguiu escapar do sequestro na última sexta-feira (10). O homem afirmou a polícia que foi sequestrado e torturado por seus captores, que solicitaram o resgate em Bitcoin.

O valor do resgate era de U$ 742.418 mil, que daria mais que R$ 3 milhões na cotação do Dólar (USD) hoje. Este resgate foi pago em Bitcoin, ou seja, cerca de 85 BTCs foram o valor solicitado ao empresário de Singapura em troca de sua liberdade.

A polícia trabalha na hipótese de serem quatro pessoas responsáveis pelo sequestro, um deles também cingapuriano. Este último, identificado como Kim, havia sido conhecido por Mark Cheng há pouco tempo. Kim já teria sido detido pela polícia com outras três pessoas, que a investigação acredita estarem envolvidas.

Polícia acredita que caso tenha relação com algum conflito comercial

De acordo com a SCMP, a polícia tailandesa realizou uma operação de busca e apreensão na casa de um suspeito. No local, foram encontrados objetos que podem ter ligação com o sequestro de Mark.

Neste caso, a polícia trabalha com o cenário de que um conflito comercial motivou o sequestro, logo o pedido de resgate em Bitcoin. Além disso, um comandante da polícia de outra província está checando a transação financeira realizada em criptomoedas para ajudar na apuração do caso.

Em relato para a polícia, Mark afirmou que viajou com Kim para a Tailândia na última quinta. Ao descer no aeroporto, tomaram um táxi até um posto de gasolina, onde uma picape já aguardava no local. O local seria na província de Chachoengsao, no distrito Muang.

Por lá, a vítima teria reconhecido a picape como propriedade de um ator tailandês, que certamente já havia conhecido em outra oportunidade e até bebido com ele. Ao entrar no posto, Mark foi vendado e levado para um local deserto, onde foi ameaçado a pagar pelo resgate e torturado. A polícia ainda não informou se o suposto ator estaria no local no momento do sequestro.

Homem paga resgate de sequestro em Bitcoin
Homem paga resgate de sequestro em Bitcoin, após ameaças e torturas – Reprodução/SMCP

O homem conseguiu fugir dos sequestradores na última sexta, pedindo carona na beira de uma rodovia. Neste ponto, percebeu que estava a 70 quilômetros de distância de onde foi sequestrado. Ao conseguir carona, foi direto para uma delegacia registrar o caso, que segue sendo apurado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Glaidson dos Santos em pronunciamento feito pela Gas Consultoria antes de Operação da PF Faraó dos Bitcoins

Justiça bloqueia mais de meio milhão do “Faraó dos Bitcoins” em apenas quatro horas

A justiça brasileira determinou o bloqueio de mais de meio milhão de reais das contas do Faraó dos Bitcoins em menos de quatro horas. Essa...
Homem com algemas segurando Bitcoin criptomoedas sequestro prisão

Polícia desarticula quadrilha que iria sequestrar investidor de criptomoedas em Campinas

A polícia militar de São Paulo, por meio de seu Batalhão de Ações Especiais (BAEP), ajudou o Gaeco a desarticular uma quadrilha que planejava...
Imagem de enterro do Bitcoin após morte

Quantas vezes o Bitcoin morreu? 37 só este ano

Segundo estatísticas do site 99Bitcoins, o Bitcoin já foi declarado "morto" 37 vezes apenas em 2021, quase três vezes mais do que todo o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias