Baleia do Bitcoin adormecida há 7 anos “desperta” e movimenta R$ 3,1 bilhões

Não se sabe se os bitcoins foram vendidos para outra pessoa ou se os valores só estão sendo movimentados para novas carteiras por motivos de segurança.

Siga no
Baleia de Bitcoin são os grandes detentores da moeda digital (queda e desvalorização)
Baleia de Bitcoin/Livecoins

Com o aumento de preço recente do Bitcoin muita gente que se tornou milionária decidiu começar a movimentar suas riquezas. Uma dessas baleias recentemente despertou e movimentou mais de 10 mil bitcoins que estavam parados há mais de 7 anos. O valor total movimentado é de cerca de US $ 570 milhões, mais de R$ 3,1 bilhões. 

Conforme dados da blockchain, a quantidade de 10 mil BTCs estavam dividida em duas carteiras com 5 mil BTC cada. Os bitcoins estavam guardados nas carteiras desde 11 de agosto de 2013.  

Os endereços envolvidos nas transações movimentaram quase a mesma quantidade exata de moedas. Não se sabe se os bitcoins foram vendidos para outra pessoa ou se os valores só estão sendo movimentados para novas carteiras por motivos de segurança.

Por causa disso e por causa das carteiras estarem paradas pelo menos período, tudo indica que os 10 mil bitcoins pertenciam ao mesmo dono.

Os endereços envolvidos nas negociações foram:

Vale mencionar também que as moedas foram enviadas para outros endereços que não parecem ter nenhuma ligação com corretoras ou qualquer hot market. Ou seja, ao que tudo indica essas moedas não vão ser “despejadas” no mercado.

Baleias movimentando moedas: Sinal de queda?

Muitos investidores iniciantes podem não entender muito bem porque o mercado fica tão atendo nessas grandes movimentações. A verdade é que esse tipo de transação pode ser um sinal de queda para o mercado no curto e médio prazo.

Uma quantidade de 10 mil bitcoins pode ser indício de que a pressão de compra está perdendo força e os investidores maiores podem estar querendo despejar, o que leva a um efeito cascata em todo o mercado.

No entanto, nesse caso fica claro que a ideia não é vender as criptomoedas de imediato. Essa pode ser uma movimentação de segurança, trocando as moedas para uma carteira mais segura ou mais moderna, ou simplesmente alguém tentando melhorar sua organização financeira.

Outras transações como essa também aconteceram na rede em um período similar, mas envolvendo endereços diferentes.

Da mesma forma, as transações foram para carteiras sem ligação com mercados imediatos. O caso mostrado pela Whale Alert pode ser uma negociação OTC ou então a manutenção de carteiras frias de alguma corretora.

Até o momento não há indícios fortes de que a pressão de venda esteja começando a ganhar força, mesmo com bitcoins antigos sendo movimentados com mais frequência. Por enquanto nenhuma mudança no mercado será causada por essas recentes transações.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias