Binance e Capitual ampliam parceria para atender empresas no Brasil

Novidade foi anunciada nesta terça-feira (22), permitindo que clientes da corretora negociem valores facilmente.

Siga no
Sede Capitual
Foto Marcos de Oliveira/Divulgação

A Binance agora vai atender também as empresas que estão interessadas em comprar criptomoedas no Brasil. O novo serviço foi ampliado em parceria com o banco Capitual.

Alguns clientes pessoa jurídica já possuem conta na Binance, contudo, muitos ainda não trabalham com o banco Capitual, que é o primeiro banco híbrido brasileiro.

A nova parceria, que foi compartilhada com o Livecoins, mostra que o novo serviço promete ajudar as empresas a terem suporte premium, que funcionará de forma ininterrupta.

“Os clientes pessoa jurídica da exchange no Brasil que abrirem conta no banco digital Capitual terão benefícios como mais agilidade das operações e suporte online premium sete dias por semana.”

Binance quer melhorar o atendimento e suporte a empresas

Entre pessoas físicas a Binance é a maior corretora por volume no Brasil hoje, após quase dois anos de funcionamento no país. Chegando em novembro de 2019, a exchange já mira crescer em outro setor: empresas brasileiras que negociam criptomoedas.

Isso porque, ao ampliar as funcionalidades para esses clientes, em parceria com o banco Capitual, a corretora pretende facilitar mais as negociações. De acordo com Gustavo Rezende, COO do banco híbrido, o suporte será de 24 horas por dia na nova modalidade de negociações.

“Quem tem empresa precisa de um sistema automático ágil e oferecemos um API eficiente e robusto para o processamento imediato das transferências, 24 horas por dia, essencial para operações financeiras”

O foco da iniciativa será para empresas fintechs e OTCs, que negociam grandes volumes de criptomoedas, sendo o principal público-alvo do serviço.

Entre as principais vantagens estão “mais agilidade no fluxo de operações, aumento de liquidez e suporte online premium sete dias por semana“, informou o Capitual.

O que é necessário para uma empresa começar a negociar criptomoedas com essas empresas?

Em nota ao Livecoins, o Capitual informou que uma empresa deve apresentar a documentação no banco que será analisada pela equipe em um processo de compliance.

“O Capitual adota a estratégia KYC (Know Your Customer), obrigatória por lei, que consiste em ter um conhecimento maior sobre o perfil de seu cliente, entender a natureza das atividades para indicar os serviços mais adequados, além de verificar a legitimidade da fonte de renda e detectar eventuais padrões suspeitos ou potencialmente fraudulentos, para intervir e garantir a lisura e segurança das transações.”

Após ter sua conta aprovada no Capbusiness, empresas poderão negociar criptomoedas na Binance com transferência em um clique, informa o banco. Assim, para transferências internas entre as instituições, não será mais necessário emitir ordens.

O serviço funcionará todos os dias e contará com suporte premium entre 8 e 23 horas. Para dar conta do aumento na demanda, o Capitual já está reforçando a equipe de suporte.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

ETF 100% Ethereum estreia hoje na B3

Nesta quarta (04) foi lançado o ETF 100% Ethereum na B3, bolsa brasileira. O fundo foi desenvolvido pela gestora QR Asset Management, a mesma...

Dotz vai permitir que clientes troquem pontos por bitcoin

A Dotz, uma das principais gestoras de pontos de fidelidade do Brasil, com uma grande quantidade clientes, pode ser mais uma forma de aproximar...
Claudio Oliveira. "Rei do Bitcoin"

‘Rei do Bitcoin’ e mais oito pessoas são indiciadas por fraude bilionária

O "Rei do Bitcoin", Cláudio Oliveira, fundador do Bitcoin Banco, e mais oito pessoas foram indiciadas em seis crimes que causaram um prejuízo bilionário...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias