Bitcoin atinge R$ 1 bilhão em negociações no Brasil e quebra recorde na América Latina

Negociações com a criptomoeda cresceu em vários países sul-americanos.

Siga no
Bitcoin bate recorde no Brasil em negociações

O Brasil registrou mais de R$ 1 bilhão em negociações envolvendo o bitcoin. A criptomoeda vive um importante momento de expansão na América Latina. Nos últimos meses, vários países atingiram negociações recordes para o bitcoin. Além do Brasil, outros países registraram números expressivos para a criptomoeda recentemente.

Países como o Brasil representam um mercado em expansão para o bitcoin. Economias em recessão e com pouca perspectiva de crescimento revelam um interesse maior na criptomoeda. Esse é o caso da Venezuela, por exemplo.

Brasil se destaca como um grande criptomercado

O Brasil e outros países da América Latina registraram recordes envolvendo o bitcoin. Segundo sites de análise de transações envolvendo a criptomoeda, o Brasil chegou em R$ 1 bilhão em transações com o bitcoin. O marco revela um crescente interesse pela criptomoeda no país.

Em junho de 2019 o Brasil bateu um importante recorde envolvendo o bitcoin. Naquele mês foram registrados mais de R$1 bilhão em negociações com a criptomoeda. Sendo assim, este valor representa um crescimento de 36.9% em relação ao volume de negociações registrado no mês anterior. Dessa forma, segundo a BitValor o volume de negociações acumulado em 2019 pelo bitcoin chega em R$ 2,89 bilhões.

América Latina registra crescimento histórico para o bitcoin

O bitcoin vem sendo amplamente utilizado em toda a América Latina. Países como a Venezuela, por exemplo, registram recordes consecutivos em relação as negociações envolvendo o bitcoin. Recentemente o país viu um número absurdo de bolívares soberanos sendo utilizados para a compra da criptomoeda.

De acordo com o site Coin Dance, a Venezuela bateu mais um recorde nos últimos dias. O país utilizou 49,24 bilhões de bolívares soberanos para a compra de bitcoins no final de semana. Os dados são do site que monitora transações envolvendo a criptomoeda em três plataformas de negociação P2P.

Esse recorde quebrado pela Venezuela no último final de semana. O Coin Dance monitora três plataformas que operam vendendo bitcoins no país. Segundo o site de monitoramento, nunca foram utilizados tantos bolívares soberanos na compra de bitcoins desde que a análise começou a ser realizada na América Latina.

Outros países também quebraram recordes com o bitcoin

Outros países da América Latina registraram números impressionantes para o bitcoin. No Chile, por exemplo, a Localbitcoins registrou recordes em negociações envolvendo a criptomoeda. Na última semana foram utilizados cerca de 200 milhões de pesos na plataforma, um número 25% maior que o último recorde registrado no país.

Parece que nem mesmo as críticas de Donald Trump podem impedir o crescimento do bitcoin em todo o mundo. Na Colômbia a criptomoeda está batendo recordes assim como nos outros países sul-americanos. 

Na última semana o país teve um recorde em negociações envolvendo o bitcoin. Sendo assim, foi 9,1 bilhões de pesos colombianos no país para a compra da criptomoeda. Este valor representa mais de 15% a mais do que o último recorde em negociações registrado na Colômbia. Até então, o recorde do país era de 7,6 bilhões de pesos colombianos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias