Bitcoin deu prejuízos apenas 52 dias para quem comprou na alta histórica

Se você comprar Bitcoin por hora, poderá estar comprando na baixa!

Siga no
Bitcoin deu prejuízos apenas 52 dias para quem comprou na alta histórica
Comprou Bitcoin na alta e vendeu na baixa?

Se você teve prejuízos porque comprou Bitcoin na alta histórica, saiba que os preços têm voltado. Esse detalhe foi observado por um analista que aponta que o Bitcoin passou poucos dias acima do patamar de preços atuais.

De fato, o Bitcoin como uma moeda nova, de apenas 10 anos de idade, oscilou bastante seu preço. No momento da escrita deste, o preço do Bitcoin está cotado em R$ 46,708 (US 11,887). Cabe o destaque que a alta histórica de preços do Bitcoin foi em 2017, ao chegar ao máximo de U$ 20 mil por unidade.

Você teve muitos dias de prejuízos se acaso comprou Bitcoin na alta histórica? Não tanto quanto imagina!

Em 2017, o Bitcoin passou por uma tremenda valorização de preços, que chamou atenção para a moeda digital. Tal fato aconteceu porque o valor do Bitcoin passou de cerca de U$ 960 (janeiro de 2017) para U$ 20 mil (dezembro do mesmo ano). Este foi mais um dos movimentos que são chamados de movimentos parabólicos do Bitcoin.

Entretanto, para chegar a valer muito o Bitcoin teve uma grande quantidade de compradores entrando no mercado. Para isso, alguns ainda pagam o preço por ter entrado mais tarde. Certamente, não foi fácil até aqui para quem comprou o Bitcoin por U$ 20 mil, principalmente. Outro ponto de choque, foi o inverno cripto de 2018, em que os preços chegaram quase a cair abaixo de U$ 3 mil.

Para o analista do criptomercado James Todaro, o Bitcoin passou por uma imensa valorização em 2019. Com essa valorização, considerando a cotação atual do Bitcoin, o preço acima foi de apenas 52 dias. Isso quer dizer que apenas quem comprou Bitcoin na alta, durante os 52 dias em que fechou acima do patamar atual, é que estaria com prejuízos.

Média do Bitcoin é bem menor do que altcoins!

Em um estudo conduzido pela Ceteris Paribus, quem comprou apenas Bitcoin tem uma vantagem em relação às altcoins. Esse cenário é porque o BTC já valorizou, logo a quantidade de dias abaixo do topo histórico está menor.

Entretanto, as altcoins estão longe da alta histórica, indicando que os holders destes projetos estão em grandes prejuízos. Neste quesito, a pior altcoin analisada foi a Stellar (XLM), que possui 606 dias de distância (quase dois anos). A melhor altcoin na análise foi a Binance Coin (BNB).

Dias passados acima do preço atual das criptomoedas
Fonte: Messari / Dias passados acima do preço atual / Dia 06 de agosto de 2019

Para Nic Carter, o Bitcoin deu poucos prejuízos devido ao limite realizado estar em sua alta histórica. Neste ponto, os holders de Bitcoin estariam no lucro desde 2017.

Weiss Ratings aponta que o Bitcoin vai subir

O ouro tem sido destaque na última semana na medida em que aumentaram as tensões entre os EUA e a China. A onça de ouro já passa dos U$ 1,500 por unidade, com investidores buscando porto seguro em meio a crise.

Para a agência Weiss Ratings, entretanto, o Bitcoin poderá ser um dos portos seguros. Tal situação se justificaria porque com o Bitcoin é impossível imprimir mais moedas. A quantidade de Bitcoin é limitada em 21 milhões de unidade, no máximo. Com isso, a WR apontou que com o aumento dos problemas com bancos centrais, o Bitcoin poderá ver seu preço subir.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Comércio de Bitcoin na China aumenta, apesar de ser banido

Em 2017, a China fechou corretoras locais de criptomoedas, sufocando um mercado especulativo que era responsável por grande parte do comércio global de criptomoedas....
Divulgação/Goldman Sachs

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...
Bitcoin em fevereiro de 2021

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Província da China vai banir mineração de Bitcoin por causa do impacto ambiental

A emissão de gases de carbono é uma grande preocupação atualmente, sendo classificado como o principal causador do efeito estufa e um dos motivos...

Desenvolvedores voltam a atualizar Dogecoin

No meio da alta recorde das criptomoedas no ano passado, a Dogecoin (DOGE) se destacou como uma ovelha negra. Ela valorizou 2100% no intervalo...

Citibank: Bitcoin pode se tornar uma moeda de comércio global

O Bitcoin está em um "ponto de inflexão" e pode se tornar a moeda preferida para o comércio internacional, disseram analistas do gigante bancário...