“Bitcoin é melhor que ouro como reserva de valor”, diz CEO do Mercado Livre

Fundador de uma das maiores empresas da América Latina ainda disse acreditar que Bitcoin não deverá substituir às moedas fiduciárias.

Siga no
Bitcoin e Ouro
Bitcoin e Ouro

Questionado por um internauta, o fundador e CEO do Mercado Livre, uma das maiores empresas da América Latina, compartilhou sua opinião sobre as criptomoedas. De acordo com Marcos Galperin, o Bitcoin seria melhor reserva de valor que o ouro hoje.

O Mercado Livre, com sede na Argentina, tem ações listadas na bolsa de valores dos Estados Unidos (Nasdaq:MELI). Com a listagem durante a pandemia, suas ações já valorizaram 185% em apenas 10 meses de negociações.

Na América Latina a empresa é uma das principais concorrentes da Amazon, Alibaba e até Magazine Luiza. Com a crise sanitária atual, o Mercado Livre viu disparar o número de cadastros e negócios na plataforma.

Para o futuro, de acordo com o Estadão, o Mercado Livre deverá entrar no setor de entregas de restaurantes e venda de alimentos frescos. Dessa forma, concorreria com várias empresas, como Uber Eats e iFood, com atuações em vários países da região.

A empresa hoje conta com um serviço de pagamentos próprio, o Mercado Pago. A solução que tem várias parcerias, inclusive com a corretora de Bitcoin Ripio, permitindo pagamento de itens com criptomoedas na plataforma.

“Bitcoin é melhor reserva de valor que ouro”, diz fundador e CEO do Mercado Livre

No último domingo (10), o CEO e fundador do Mercado Livre chamou atenção da comunidade Bitcoin pelo Twitter. Em uma postagem que contava a sua história pessoal, ele comentou sobre as criptomoedas.

Marcos Galperin gostou de ver um gráfico que mostrava o desempenho do Mercado Livre ao longo dos anos. Isso porque, desde 2007 a empresa estaria dando lucros e hoje é uma referência da América Latina.

Fundador do Mercado Livre no Twitter
Fundador do Mercado Livre no Twitter

Ao compartilhar a imagem, Marcos foi questionado por um fã de seu trabalho, mas com relação às criptomoedas.

“Olá Marcos, sou seu fã e estou morrendo de vontade de saber se você comprou bitcoin e o que pensa sobre criptomoedas para o futuro da economia. Ou você acha que é tudo pelo mundo barrani, nada mais. Saudações, aguardo sua resposta :)”, perguntou o internauta

Na Argentina, a expressão barrani significa que algo teria seu funcionamento ilegal, termo que se tornou popular em meio à pandemia. Ou seja, o internauta gostaria de saber se o CEO do Mercado Livre pensava que o Bitcoin é ilegal ou não.

Em resposta, Marcos Galperin afirmou que julga o Bitcoin melhor que o ouro hoje, principalmente como reserva de valor. A reserva de valor tem como função principal proteger um patrimônio, algo que o ouro era uma tradicional referência no mundo.

“Acho que o BITCOIN como reserva de valor é melhor do que o ouro.”, disse o fundador e CEO do Mercado Livre

bitcoin melhor que ouro
bitcoin melhor que ouro

CEO do Mercado Livre não acredita que Bitcoin deverá substituir moedas fiduciárias

Na visão do CEO do Mercado Livre, contudo, o Bitcoin não deverá substituir as moedas fiduciárias. De acordo com Marcos, a moeda digital ainda não conseguiria cumprir com essa função.

Ele ainda lembrou que o custo energético para processar as transferências pela rede Bitcoin é alto. Mesmo assim, com o advento da computação quântica, ele acredita que esse problema será resolvido em breve.

“Mas não substituirá as moedas de curso legal x o custo de energia necessário para processar suas transferências (a computação quântica pode mudar isso).”, disse Marcos Galperin

O CEO do Mercado Livre acredita que há uma exceção para o Bitcoin substituir as moedas estatais. Ele citou como exemplo as “invasões de vikings ao Capitólio“, em referência ao recente caso nos Estados Unidos da invasão de apoiadores de Trump quando Joe Biden estava sendo anunciado.

Ou seja, problemas assim poderiam enfraquecer as moedas fiduciárias e valorizar a tecnologia do Bitcoin.

O usuário que fez a pergunta para Marcos pelo Twitter, agradeceu o CEO pela sua atenção e resposta sobre as criptomoedas. Ele se mostrou grato a Marcos, que com o Mercado Livre, ajudou o “fã” a sobreviver com seu negócio durante a pandemia da COVID-19.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
UniSwap-arte

Uniswap dobra o joelho para regulação e censura mais de 100 criptomoedas

A Uniswap Labs, empresa responsável pelo desenvolvimento da exchange "descentralizada" Uniswap, anunciou que limitará o acesso a mais de 100 tokens em sua plataforma. O...
Uniswap moeda

Criptomoeda de graça na Uniswap é golpe que pode drenar saldo de carteira

Um ataque cibernético aplicado na Uniswap envolvendo uma distribuição gratuita de criptomoedas (airdrop) na rede Ethereum pode drenar todo o saldo das carteiras dos...
Bitcoin Vs China. Imagem: Adobe Stock

Bloomberg diz que banir Bitcoin prejudicará economia da China

A China ter banido o Bitcoin foi uma das mais importantes notícias dos últimos meses e um dos mais importantes momentos para o criptomercado....

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias