Bitcoin encosta na temida cruz da morte

De acordo com os analistas, a cruz da morte é um sinal forte de que a tendência de queda aumentará e o preço do ativo ainda não encontrou o fundo. No entanto, essa não é uma análise unânime.

O Bitcoin está para fechar o ano mantendo a tendência de queda que o acompanhou durante boa parte de 2022, mas será que as coisas ainda podem piorar ou teremos um fôlego nos próximos dias? Alguns analistas apostam na possibilidade de que as coisas podem ficar ainda piores com o Bitcoin se aproximando da temida “Cruz da Morte”.

De acordo com uma análise mostrada pelo CoinDesk, o Bitcoin está se aproximando de um ponto gráfico chave, com a média móvel simples de 50 semanas caindo rapidamente e indo para um cruzamento abaixo da média móvel simples de 200 semanas.

Desde que a criptomoeda atingiu o seu preço recorde de US$ 69 mil, em novembro do ano passado, a tendência com certeza teve uma inversão e o otimismo deu espaço à pressão de venda, com os ursos dominando o mercado e o preço despencando cerca de 70%.

Além da queda constante, essa foi a mais brutal tendência de queda que tivemos até o momento devido à sua força e constância, massacrando níveis importantes de suporte e chegando ao ponto de encostar na média móvel de 200 dias.

Gráfico mostrando a média móvel de 200 Dias e de 50 Dias prestes a cruzar nos próximos dias. Fonte: CoinDesk/Trading View.

De acordo com os analistas, a cruz da morte é um sinal forte de que a tendência de queda aumentará e o preço do ativo ainda não encontrou o fundo. No entanto, essa não é uma análise unânime.

O passado do Bitcoin pode prever o seu futuro?

A análise gráfica de diferentes mercados tem como base analisar o que aconteceu no passado e determinar a correlação com o presente e o futuro, tentando ver repetições.

Mas essa técnica não é certeza, aliás, para muitos, é besteira tentar adivinhar o futuro olhando exclusivamente para o passado.

O próprio CoinDesk afirmou que no passado o cruzamento da morte deu sinais falsos e evitou que alguns investidores conseguissem investir durante um momento de fundo da criptomoeda.

Com o criptomercado se mostrando cheio de novidades e imprevisibilidades, a análise do passado do ativo não parece ser uma forma muito eficaz de tentar adivinhar o seu futuro.

Talvez seja mais interessante observar os seus fundamentais, como a movimentação de baleias e sentimento geral dos investidores em relação ao que vem acontecendo em todo o setor. Recentemente baleias começaram a acumular mais e gradualmente vemos alguns outros sinais de uma possível recuperação..

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias