Bitcoin rompe resistência e US$ 30 mil pode ser o alvo para novembro

"O mercado está bom nessa última semana. Altos mais altos e baixas mais altas e a demanda continua subindo. Podemos ver US$ 21 mil essa semana."

Após semanas mantendo a sua negociação lateral, o Bitcoin voltou a injetar um pouco de emoção no mercado, saindo da casa dos US$ 19 mil para testar o valor dos US$ 20 mil. A movimentação do Bitcoin na terça-feira, 25, também deu sinais que alguns analistas acreditam que o mercado agora voltará a ganhar mais força no curto-prazo.

O preço do Bitcoin estava flutuando no valor aproximado de US$ 19.270 até a primeira metade desta terça-feira, 25, a moeda alcançou o valor de US$ 19.500 ainda no começo da tarde antes de subir em mais duas movimentações consecutivas, primeiro para US$ 19.830 e depois atingindo o nível de resistência mais alto das últimas semanas, alcançando o valor de US$ 20.070. 

Logo após atingir essa resistência, a pressão de venda fez a moeda recuar para o valor de US$ 19.985, mas mais uma vez a moeda voltou a subir, dessa vez passando rapidamente pela resistência dos US$ 20 mil e, no momento da escrita deste artigo, se mantendo acima dos US$ 20.300.

Dados da Coinglass mostram que US$ 50 milhões em negociações de criptomoedas foram liquidados apenas em uma hora, com US$ 112 milhões em perdas no último dia. Isso demonstra que uma boa parte dos investidores de contratos futuros não estavam esperando uma mudança tão repentina de preço.

No momento a moeda realmente passou por cima de toda resistência de curto prazo e parece que mantém um folego para pelo menos o próximo dia.

Bitcoin pode chegar em US$ 30 mil no próximo mês?

Na noite da última segunda-feira, Michaël van de Poppe, fundador da Eight, postou a sua opinião sobre o futuro do bitcoin, afirmando ver a possibilidade de um aumento de preço no curto prazo e que isso poderia continuar no próximo mês.

“Dentro de 2 a 3 semanas eu vejo o Bitcoin rompendo a resistência de forma significativa. A minha visão é de alta. Eu acho que vamos chegar em um provável US$ 30 mil.”

A visão de Poppe parece combinar com o que vimos acontecer nesta terça-feira. Talvez ele tenha errado por alguns dias. Dito isso, o fato do Bitcoin ter ultrapassado os US$ 20 mil e estar brigando entre a resistência de US$ 20.300 e o suporte de US$ 20.100 é algo animador e quebra a movimentação lateral que vemos acontecer desde setembro de 2022.

“O mercado está bom nessa última semana. Altos mais altos e baixas mais altas e a demanda continua subindo. Podemos ver US$ 21 mil essa semana.”

Por enquanto ainda é um valor abaixo do que vimos lá no final de 2021, quando a moeda atingiu o seu mais recente recorde, mas é um momento em que muitos ficam de olho, com certo entusiasmo, no que pode acontecer nos próximos dias.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias