Bitcoin se valoriza após EUA assassinar líder do Irã

-

Siga no

Há quem acredite que a morte de Qassem Soleimani possa ser uma declaração de guerra clara. Enquanto o Bitcoin se valoriza mais que 2% nas últimas 24 horas, um importante líder do Irã foi assassinado pelos EUA na última quinta (02).

Os EUA confessaram o ataque contra um dos principais líderes iranianos, que é apontado como um dos mais importantes do Exército do Irã. A medida ocorre dias após o ataque na embaixada dos EUA no Iraque, do qual Donald Trump havia prometido retaliações ao Irã.

O general Soleimani era um dos principais líderes militares iranianos, ou seja, o ataque dos EUA foi em um alvo sensível para a escalada de tensões. Tudo ocorre em um momento pré-eleição para presidente dos EUA, do qual Trump ainda enfrenta um processo de impeachment. Além disso, não se sabe se essa escalada diminui as tensões comerciais com a China, que teve uma sinalização para ser resolvida no próximo dia 15 de janeiro.

Escalada das tensões dos EUA e Irã são sérias e há quem acredite em guerra entre os países

De fato um dos principais ativos a ter forte valorização é o petróleo, uma vez que há no mercado global um receio de que o fornecimento possa ser afetado com as tensões recentes. Na última quinta, os EUA confessaram a morte de um líder iraniano em um aeroporto de Bagdá, no Iraque.

Ainda que o principal ativo a se valorizar tenha sido o petróleo, o ouro também viu ganhos momentos após a confirmação da notícia. Quando um ativo se valoriza é devido a receios de que algo pode afetar um setor de mercado, que no caso deste ataque repercutiu no ouro. O ouro foi um ativo que teve ganhos em cerca de 1% momentos após a confirmação do ataque aéreo norte-americano, segundo apurou a Bloomberg.

Já o Bitcoin viu ganhos de até 5%, horas após o ataque ao general iraniano. Cabe o destaque que a moeda digital tinha seus preços negociados abaixo de U$ 7 mil quando o ataque ocorreu. O preço do Bitcoin hoje está sendo cotado em U$ 7,300 após a escalada das tensões.

Para o analista Matthew Graham, ver o Bitcoin se mover frente às questões geopolíticas é “fascinante”. A moeda digital possivelmente teve uma reação dos traders, que acreditam que há correlação desta com o ouro, ou seja, de que esta é uma reserva de valor. Neste sentido, oferece proteção em crises, como uma possível Terceira Guerra Mundial, como é comentado nos Trending Topics do Twitter nesta sexta.

Comunidade está em dúvida se Bitcoin se valoriza devido ao ataque aéreo

De acordo com Alex Krüger, um analista do criptomercado, as notícias do Irã não tiveram repercussão imediata no preço do Bitcoin. Se o Bitcoin se valoriza devido às tensões dos EUA e Irã? O analista acredita que não é o caso.

Para Krüger, o Bitcoin demorou cerca de quatro horas para se valorizar após os ataques dos EUA. Além disso, houve na comunidade um debate de que isso poderia ser ruim para a moeda, antes da valorização acontecer. Dessa forma, Alex criticou aqueles que apontam que o Bitcoin teria uma valorização ligada a estas tensões.

Entretanto, apesar da desconfiança de alguns, o Bitcoin se valoriza mais que 2% após iniciar o ano com perdas. Nos últimos sete dias a moeda já teve ganhos de 1% em seu valor, com o volume de negociações desta sexta (3) sendo o maior desde o último dia 23 de dezembro.

Saiba tudo sobre:
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Criptomoedas: Bitcoin e Altcoins

Com queda da dominância do Bitcoin, altcoins fervem

Com uma balança positiva em julho, o mês de agosto já começou com fortes emoções no mercado de criptomoedas. Um detalhe importante registrado neste...
Bitcoin (BTC e Blockchain) na Bandeira da Argentina

Economistas da Argentina desconfiam do Bitcoin como moeda

Nos últimos dias a ONG Bitcoin Argentina organizou um evento importante no país, convidando uma série de especialistas para debates. Alguns economistas que foram...
Discovery Channel apresenta documentário sobre criptomoeda Dragonchain

Produtor da Discovery Channel diz que Bitcoin está ameaçado

Neste sábado (01), foi ao ar o último episódio do programa Open Source Money, apresentado no Discovery Science dos EUA. O produtor do documentário...