BNDES lança Token que testa transparência em setores mais polêmicos

O banco vai emitir várias centenas de dólares do BNDES para a Agência Nacional de Cinema.

-

Siga no
Anúncio

Com o objetivo de ampliar a transparência nas operações financeiras, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está fazendo experiências com uso da tecnologiablockchain desde 2018.

Essa é uma maneira de ajudar na distribuição de políticas públicas trazendo a sociedade maior transparência desses repasses. De fato, o banco tem um histórico de escândalos de corrupção, sendo assim com o uso de blockchain isso vai ajudar a reforçar a confiança nos bancos estatais.

Transparência em projetos do BNDES

Recentemente em maio houve polêmicas em relação ao Ministério do Meio Ambiente, ligada ao Fundo  Amazônia (FA). É que o Tribunal de Contas da União (TCU), afirmou ter identificado “fragilidades na governança e implementação” nos projetos do FA. Houve o afastamento da chefe do Departamento de Meio Ambiente do BNDES, Daniela Baccas.

Anúncio

Casos como estes colocam em risco o uso do dinheiro para diversas áreas. Torna-se cada vez mais comum o questionamento das prestações de conta e de transparência dos projetos financiados pelo BNDES.

O cidadão quer fazer o acompanhamento da fiscalização das contas, gestão e rastreio de transações, e dessa forma procurar maneiras mais seguras e transparente para acompanhar como esses recursos estão promovendo o desenvolvimento do País.

Desse modo, através da blockchain é possível que ocorra uma maior confiança e compartilhamento seguro de dados e informações entre diversos projetos financiados.

Como funciona BNDESToken

É um mecanismo para rastrear a aplicação de recursos públicos em projetos de financiamento do BNDES.  Os pagamentos do Bancos serão feitos na stablecoin. Um blockchain é um registro público de informações coletadas por meio de uma rede que fica no topo da Internet. É como esta informação é registrada que dá blockchain seu potencial inovador.

A segunda maior plataforma de “blockchain”, atrás do Bitcoin, se chama Ethereum, que é a utilizada pelo BNDESToken. Isso permite que a sociedade confie na inviolabilidade das informações, sem se questionar sobre a origem e distribuição das verbas.

Como piloto do projeto, o banco vai emitir várias centenas de dólares do BNDES para a Agência Nacional de Cinema. Um dos projetos é um documentário cinematográfico brasileiro que foi lançado em 2018. Ele será financiado para a produtora Elo Company, que foi responsável pelo filme “O Menino e o mundo” de Alê Abreu, e que chegou a ser indicado para o Oscar.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Angelica Weise
Angélica Weise é jornalista formada pela Unisc, com mestrado pela UFSM. Escreve sobre os mais diversos assuntos, e claro, sobre criptomoedas. E-mail: [email protected] Angélica Weise é jornalista e escritora. Nasceu em Agudo (RS), mora na cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul (RS), em 23 de abril de 1989. Formou-se em Jornalismo em 2012 na Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC/RS. Fez intercâmbio na Itália e uma especialização em Mídias na Educação na Fundação Universidade Federal, FURGH/RS; além de se preparar para seleção de mestrado em 2014. Começou a trajetória no jornalismo em 2013. Trabalha como jornalista freelancer independente e escreve para os diversos mídias, entre elas, internet (portais e sites) e revistas, sobre sustentabilidade, vida saudável, literatura., Bitcoin e blockchain. Em 2013 lançou o primeiro livro pela editora Multifoco: Jornalismo Literário: uma análise das reportagens de José Hamilton Ribeiro publicadas na Revista Realidade. O livro é fonte de pesquisa para estudantes, pesquisadores e jornalistas.

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Entenda as semelhanças e diferenças entre o mercado tradicional e cripto

São Paulo, outubro de 2020. Entender o mercado de investimentos é uma das principais atitudes que o investidor deve ter para se arriscar nesse...

Vítima envia R$ 440 mil em Bitcoin para endereço errado e perde tudo

Os malwares continuam apresentando vários riscos para os investidores, com alguns casos desses softwares mal intencionados roubando muito dinheiro de suas vítimas. Em um...

Evento de startups fala sobre criptomoedas na próxima terça

Um evento de startups fala sobre as criptomoedas na próxima terça, totalmente online. Promovido por grandes empresas como a Ambev, Bradesco, Dínamo e Salesforce,...