Como a Lightning Network pode afetar o preço do Bitcoin

Siga no

Os méritos óbvios da Lightning Network são sua alta escalabilidade e baixo custo. A combinação desses recursos parece ser a receita para o futuro do Bitcoin.

A adoção desta tecnologia pode se tornar a mais revolucionária mudança no background tecnológico do Bitcoin. Mas a mudança representa um grande desafio para a comunidade.

Um fator crítico para o preço do Bitcoin é a limitação na quantidade de transações por segundo.

A rede Visa pode lidar com mais de 3.600 transações a cada segundo, enquanto o Bitcoin é de apenas 7 transações por segundo.

O melhor resultado demonstrado por seus concorrentes mais próximos é 1.500 TPS realizado pela Ripple, que ainda está muito longe das estatísticas das principais empresas de serviços financeiros.

A solução para esse problema já pode ser encontrada. A Lightning Network, que não é um novo nome para a comunidade de criptomoedas, ela pode aumentar a capacidade do Bitcoin para milhões e até bilhões de transações por segundo.

A adoção em massa dessa tecnologia pode se tornar um marco para a história das criptos. No entanto, as coisas são mais complicadas do que parecem ser.

A quantidade total de Bitcoins é limitada e todos os dias que passam é outro dia mais próximo do momento em que os mineradores têm que se contentar com as “baixas” taxas de transação.

A adoção em massa da Lightning Network pode prejudicar o bem-estar dos mineradores, já que pode reduzir as taxas de mineração.

As perspectivas de longo prazo do uso da Lightning Network são as transações Bitcoin mais rápidas e mais baratas, mas o processo de adoção provavelmente será cheio de dificuldades.

A Lightning Network é vista como uma solução necessária para a prosperidade do Bitcoin, mas a questão do declínio temporário nas taxas de mineração ainda permanece aberta para a comunidade pois ela pode retardar a adoção da tecnologia.

No entanto, esse não é o único problema.

A Lightning Network já existe há bastante tempo. O co-criador, Joseph Poon, prometeu que a versão funcional estaria disponível em meados de 2016. Dois anos se passaram – e a tecnologia ainda sofre com vários problemas.

A Rede é um mecanismo complicado.

As transações do Bitcoin estão mais próximas das transações com dinheiro tradicional, enquanto a natureza da Lightning Network é mais parecida com o sistema de crédito descentralizado on-line.

Mas parece que os desenvolvedores da nova tecnologia finalmente lidaram com os problemas e a versão funcional estável está quase pronta.

A Lightning Network pode estar longe de ser a solução ideal para o Bitcoin, devido à queda de curto prazo na taxa do minerador e à complexidade do sistema.

O desenvolvimento de uma solução perfeita pode ser um grande atrativo, mas pode se arrastar por anos ou mesmo décadas.

Enquanto isso, a adoção da Lightning Network é uma chance real de levar o Bitcoin à o uso do dia a dia.

Veja abaixo como funciona a Rede Lightning Network:

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org

Ethereum queima 1 bilhão de dólares após atualização

A ativação do EIP-1559 ocorreu há 41 dias e hoje o total de ethers queimados chegou a marca de 1 bilhão de dólares, cerca...

Apple proíbe carteiras de NFTs

Ao tentar lançar a sua carteira para dispositivos iOS, a equipe da Gnosis Safe foi impedida de enviar o seu aplicativo para a App...
Palco com destaque a cadeiras e Bitcoin ao fundo Elon

Revista Time coloca Elon Musk, criador do Ethereum e Luiza Trajano em lista de...

A Time Magazine liberou nesta quarta-feira (15) a lista das "100 Pessoas mais Influentes de 2021", dando destaque a Elon Musk e Vitalik Buterin,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias