Companhia aérea que aderiu ao bitcoin vê aumento nas vendas

Empresa freta jatos executivos e agora quer criar serviço ainda mais exclusivo para fãs da moeda digital.

Siga no
Bitcoin e companhia aérea
Bitcoin e aviões

Uma companhia aérea do Reino Unido que aderiu ao bitcoin viu um aumento nas vendas com a criptomoeda. Dessa forma, já planeja uma conta em moeda digital personalizada para seus clientes.

Operando em 19 países, a PrivateFly é conhecida por fretar voos particulares em jatos executivos. A empresa também aluga ônibus executivos, helicópteros e até realiza fretes comerciais, todos privados.

Se você estiver procurando um voo hoje para três pessoas, saindo de São Paulo, aeroporto de Congonhas, para Paris, na França, o custo estimado seria de R$ 1.490.966,14 com a PrivateFly. Caso o cliente tenha preferência, 5,45 bitcoins.

A iniciativa tem sido acompanhada por entusiastas da moeda digital, que gostam de ver os casos de uso da moeda.

13% de vendas totais foram em bitcoin

De acordo com a PrivateFly, janeiro de 2021 foi um mês de bastante movimentação de bitcoiners pela empresa. Segundo comunicado, a companhia aérea vendeu 13% de suas passagens em troca da moeda digital.

A empresa afirmou que aceita o bitcoin há alguns anos. Dessa forma, o bitcoin representa 19% de toda a sua receita.

Contudo, como a alta no preço do bitcoin, a PrivateFly viu mais pessoas procurarem seus serviços. O problema é que muitos que usaram o serviço e pagaram em criptomoeda podem ter se arrependido.

Isso porque, o bitcoin teve uma grande valorização no mercado. Ou seja, aqueles que gastaram suas moedas em passagens aéreas podem ter ficado no prejuízo com a compra.

A empresa afirma que vendia apenas 1 a 2%, em média, de suas passagens em bitcoin. Com a compra de 13% em janeiro, resolveu inovar para seus clientes.

Conta exclusiva de bitcoin para clientes da empresa

Vendo a volatilidade do bitcoin, a PrivateFly agora lançou a Conta Jet Bitcoin. A medida pode ser interessante para quem quer comprar passagens com bitcoin, mas não perder com a valorização da moeda digital.

“A conta PrivateFly Bitcoin Jet permite que os membros coloquem fundos na conta em Bitcoin e, em seguida, cobra por voos futuros de acordo com o valor da criptomoeda no momento da reserva – como qualquer outra moeda.”, afirmou a companhia aérea inglesa

Desse modo, a PrivateFly afirma que os clientes podem deixar o bitcoin como garantia. Assim, poderão comprar passagens aéreas pela companhia em outras moedas e o bitcoin seria usado para obter vantagens de associados.

“Alternativamente, aqueles que desejam deixar seus Bitcoins completamente intocados em sua conta, podem pagar por cada voo em outra moeda, com os fundos da conta Bitcoin atuando como um depósito de segurança para dar a eles os benefícios da associação.”, apresentou um plano para bitcoiners

A PrivateFly alega ser uma das maiores companhias aéreas privadas do mundo. Com a novidade, o CEO da Shapeshift, Erik Voorhees, comemorou pelo Twitter a adoção do Bitcoin pela empresa.

Já o dono do Bitcoin.org, o Cobra Bitcoin, afirmou que gosta muito da iniciativa da PrivateFly.

“Eu realmente gosto de empresas que fazem pagamentos em Bitcoin dessa forma, permitindo que você financie sua conta com uma transação onchain e recebendo pagamentos desse fundo conforme necessário, todos denominados em BTC.”, afirmou Cobra pelo Twitter.

Com o setor muito afetado pela pandemia, as companhias aéreas podem se beneficiar de uma eventual atenção ao bitcoin, que valorizou bastante nos últimos anos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias