Conflito na Ucrânia causa tiroteio em corretora de criptomoedas

De acordo com os envolvidos um grupo Nacionalista tentou atacar uma corretora de criptomoedas, que revidou com tiros.

No meio da tensão entre a Rússia e a Ucrânia alguns casos chamam a atenção por envolverem de forma ou de outra as criptomoedas. Um desses casos aconteceu em Kiev, capital da Ucrânia, com um tiroteio em uma das ruas da cidade que envolveu atividades de uma corretora de criptomoedas que poderia estar realizando lavagem de dinheiro.

De acordo com notícias locais, um tiroteio no centro de Kieve, na rua Volodymyrska, próximo ao prédio do Serviço de Segurança da Ucrânia deixou um ferido. Segundo testemunhas a arma disparada no local foi descrita como uma metralhadora, mas possivelmente pode ser um fuzil de assalto,

Ainda de acordo com as investigações e com as informações policiais o homem ferido é Alexei Seredyuk, membro de um partido nacionalista da Ucrânia.

Apesar de ainda não ser algo confirmado, as fontes de notícias afirmam que o tiroteio aconteceu bem próximo de uma corretora de criptomoedas e que ela está envolvida com a situação.

Alguns apontam que a corretora supostamente estava sendo usada para realizar transações ilegais, incluindo a lavagem de dinheiro provindo de vendas relacionadas ao tráfico de drogas (informações fornecidas por um grupo político através de redes sociais).

Foi por causa destas supostas atividades que o conflito teria acontecido, com Seredyuk supostamente querendo usar a corretora, mas sendo impedido por outras pessoas.

Alexei Seredyuk ferido após o tiroteio em Kiev próximo a uma corretora. Imagem foi compartilhada através de lives nas redes sociais locais.

Relatos indicam que isso iniciou uma briga e que acabou em um conflito armado entre os envolvidos que resultou em uma pessoa ferida. Ele é conhecido por ser membro do partido Irmandade Ucraniana, tendo participado de diferentes ações políticas na Ucrânia.

De acordo com a mídia local, ativistas de organizações de extrema direita se reuniram em frente a exchange de criptomoedas. Os nacionalistas acreditam que transações ilegais supostamente ocorrem neste local, incluindo financiamento de unidades das Repúblicas Populares de Luhansk e Donetsk (Separatistas) e eles tentaram atacar o local, que acabou revidando, então começou um conflito armado.

Em meio a uma guerra entre Ucrânia e a Rússia a situação entre nacionalistas e simpatizantes da Rússia são bem voláteis e há vários grupos políticos que estão em conflito na região, por isso ainda há muita confusão sobre o caso.

Segundo tiroteio em menos de 10 dias e relato da vítima

Este não foi o primeiro tiroteio envolvendo a região (e até mesmo a corretora), no dia 25 de janeiro deste ano, outro tiroteio aconteceu, com testemunhas também afirmando terem visto disparos de metralhadoras, alguns acreditam que os dois ataques foram realizados pelos mesmos grupos e que a corretora foi alvo nas duas situações.

Em outros veículos de notícias, Seredyuk deu entrevistas falando sobre o incidente, ele disse foi até o local onde aconteceu outro tiroteio (situação do dia 25 de janeiro) onde iria acontecer uma “ação civil”.

No entanto, assim que chegou ao local pessoas saíram da corretora de criptomoedas armadas. Seredyuk disse que as pessoas eram combatentes das repúblicas não reconhecidas (grupo separatista que está em conflito com os nacionalistas).

Após um conflito verbal, ele afirma que os homens começaram a disparar fuzis e pistolas e que ele chegou a conseguir se esquivar dos tiros, mas que os disparos foram direcionados ao público local e que “ninguém ter sido ferido gravemente foi um milagre”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias