Conselheiro da Binance, Henrique Meirelles defende reajuste do Estado

Ex-Ministro da Fazenda de Temer, Meirelles não confirmou embarque em governo petista após apoio público.

O atual Conselheiro Global da corretora de criptomoedas Binance, Henrique Meirelles, ainda não confirmou um embarque no governo recém-eleito de Luiz Inácio Lula da Silva, embora defenda um reajuste do Estado para enfrentar a crise na economia do país.

Meirelles conversou nesta segunda-feira (31) com o BandNews TV, quando confirmou que não houveram ainda conversas para que ele faça parte do novo governo a assumir o Brasil em 2023.

De qualquer forma, ele acredita que nos próximos dias Lula deve começar a anunciar quem serão seus ministros, na Saúde, Educação e economia.

Hoje filiado ao partido União Brasil, Meirelles tem se dedicado a aprender mais sobre criptomoedas para ajudar a Binance a expandir na América Latina com segurança.

Henrique Meirelles diz que reajuste do estado é importante

Além de não confirmar um embarque no governo eleito de Lula, Meirelles publicou em sua coluna no Estadão a sua visão para o futuro governo do Brasil, que não terá uma tarefa fácil pela frente.

Segundo ele, os desafios e dificuldades que serão apresentados a Lula nunca foram enfrentados por nenhum outro governo, assim, Lula deve iniciar mudanças logo na largada.

Uma das razões é uma inflação mundial, que é alimentada pela Guerra na Ucrânia e uma tensão entre grandes potências pelo mundo.

Além disso, o Brasil enfrenta um cenário de taxas de juros em alta, com baixa perspectiva de crescimento, contas públicas em desordem, o que favorece uma desconfiança do mercado.

Com tudo isso em jogo, Meirelles acredita que Lula deve fazer um reajuste do Estado, com reformas estruturantes para colocar o país de volta ao crescimento e resgatar a confiança. Para isso, o novo presidente deverá usar a transparência das contas públicas a seu favor, removendo orçamentos secretos e realizando uma reforma administrativa.

Lula recebe apoio público de cofundador da Cardano

Charles Hoskinson, criador da criptomoeda Cardano (ADA), defendeu que o Brasil prospere com a vitória de Lula, indicando que respeitou a decisão dos brasileiros confirmada pela urna no último domingo (30).

Segundo Hoskinson, a Cardano tem uma grande comunidade no país e, como um americano, deseja que todos os países da região se saiam bem.

Vale lembrar que Lula não comentou muito sobre o mercado de criptomoedas nos últimos anos. Antes de sua vitória, ele se restringiu a comentar que uma regulação do bitcoin deva ser realizada pelo Banco Central do Brasil.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias