“Consultoria Bitcoin” é suspeita de pirâmide

Empresa faz promessas de rendimentos fixos por mês, advogado alerta que todo cuidado é pouco!

Siga no
Bitcoin no bolso, imposto e tributo
Bitcoin no bolso - Reprodução

Nos últimos anos, o Bitcoin passou por uma imensa valorização de seu preço, que disparou até U$ 11 mil hoje, mas teve sua imagem associada a golpes. Com essa associação, uma suposta pirâmide financeira teria surgido nos últimos tempos, chamada de Consultoria Bitcoin.

De acordo com o contrato de prestação de serviço oferecido aos clientes, a empresa faria rendimentos altos com Bitcoin. Por mês, por exemplo, um cliente poderia ter 10% de valorização de seu aporte, valor considerado altíssimo para um mercado de renda variável.

Apesar da valorização extrema do Bitcoin nos últimos dias, quando rompeu resistências importantes, não há garantias que o preço suba eternamente. Ou seja, quando uma empresa oferece rendimentos fixos, em um ativo variável, os clientes já devem manter a cautela.

Suposta pirâmide, Consultoria Bitcoin é negócio suspeito

Na última terça-feira (28), a corretora BitcoinTrade realizou um grande evento para a comunidade de Bitcoin no Brasil. Um dos painéis teve como convidado o advogado Artêmio Picanço, com a temática de “Golpes com Criptomoedas“.

Em sua fala, Artêmio lembrou que tem cuidado de vários casos de clientes lesados por pirâmides financeiras que usaram a imagem do Bitcoin. O advogado disse ainda que, o Bitcoin não é uma pirâmide, mas tem tido sua imagem vinculada a esquemas fraudulentos, que oferecem rendimentos astronômicos.

Em sua fala, Artêmio lembrou de uma análise, com a Suno Notícias, do caso de uma empresa suspeita. Ao oferecer rendimentos de 10% ao mês, a empresa suspeita elaborou um contrato com os clientes que impossibilita os saques em 60 meses.

A empresa citada, no caso, é a Consultoria Bitcoin, que pode ser uma suposta pirâmide financeira atuando no mercado atual. Artêmio falou com a Suno que a Consultoria Bitcoin pede que os clientes aportem no mínimo R$ 10 mil para ingressar com esse investimento. Como são impedidos de sacar por 60 meses, os clientes acreditam ser possível, ao final do período, realizar o saque de quase R$ 4 milhões. Ou seja, um negócio suspeito.

Atenção aos sinais que o negócio oferece, normas estão evoluindo

Durante o evento BitcoinTrade em Casa, Artêmio ainda deixou claro que as normas estão evoluindo para o mercado de investimentos. O advogado lembrou que o mercado de pirâmides financeiras hoje virou uma indústria, contendo até investidores anjos para negócios fraudulentos.

O especialista em defender pessoas de golpes com criptomoedas lembrou que há sinais claros quando um negócio suspeito é apresentado, que devem ser observados. Normalmente, as pirâmides financeiras trabalham com afiliação, marketing de rede, que é uma maneira de pegar o dinheiro de novos investidores para pagar os antigos. Esse inclusive é o problema das pirâmides, que eventualmente irão ruir em algum momento.

Outro sinal que Artêmio pediu que investidores fiquem atento é o alto rendimento oferecido. Quando as pirâmides começam, costumam oferecer rendimentos altos para convencer os clientes que o negócio é legítimo.

Em análise conjunta com a Suno, Artêmio disse que a suposta pirâmide Consultoria Bitcoin deve ser observada com cautela. De acordo com a matéria da Suno, os negócios suspeitos têm utilizado a imagem do Bitcoin, mas essa moeda não é uma pirâmide financeira.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
CVM versus Coinbene corretora no Brasil

Corretora de criptomoedas anuncia fim de atividades no Brasil

A corretora global de criptomoedas Coinbene anunciou nesta segunda-feira (18) o fim de suas atividades no Brasil, devido a razões políticas "conhecidas". Está é segunda...
Martelo da Justiça e Bitcoin em destaque

Safra pede bloqueio de criptos em corretoras para cobrar dívida de posto de gasolina

O Banco Safra poderá pedir o bloqueio de criptomoedas em corretoras em um caso que envolve uma rede de postos em São Paulo que...

Primeiro ETF de Bitcoin nos EUA estreia nesta terça-feira

Embora muitos apontassem que o ETF da Valkyrie seria o primeiro a ser aprovado, a ProShares saiu na frente desta largada. Segundo a empresa,...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias