Coreia do Norte pode ter mais de US $ 700 milhões em criptomoedas

Relatório aponta para fortuna em ativos digitais acumulada por país asiático.

Siga no

A Coreia do Norte pode ter mais de US$ 700 milhões em criptomoedas armazenadas. Segundo relatório que investiga o país asiático, esse montante foi acumulado pelos serviços do país liderado Kim Jong-Un. O estudo indica, ainda, que os ativos digitais estão sendo utilizados para financiar a produção de armamentos nucleares na Coreia do Norte.

Enquanto na América Latina a adoção das criptomoedas ainda é lenta, em países asiáticos a disseminação do mercado descentralizado é muito maior. Na Ásia existem grandes mercado de criptomoedas, em países como a Coreia do Sul, Japão e China, por exemplo. No caso da Coreia do Norte, um relatório aponta para o envolvimento do país no mercado de criptomoedas.

Coreia do Norte possui entre US$ 545 e US$ 735 milhões

O Royal United Services Institute (RUSI) concluiu que a Coreia do Norte possui uma enorme quantidade armazenada de criptomoedas. A instituição publicou um relatório sobre o país governado sobre Kim Jong-Un. No relatório a Coreia do Norte aparece com uma quantidade enorme armazenada em criptomoedas que pode variar entre US$ 545 a US$ 735 milhões.

O relatório aponta ainda para o financiamento de armas nucleares na Coreia do Norte. O estudo sugere que as criptomoedas arrecadas pelo país estejam sendo utilizadas para financiar armas nucleares. Para conseguir criptomoedas, crimes foram cometidos na internet em busca de roubar ativos digitais de investidores.

País é acusado de ataque contra exchanges

De acordo com o estudo, parte desse montante foi adquirido através de ataques de hackers. Desse modo, milhões em criptomoedas podem ter sido roubados através de ataques contra investidores e exchanges, segundo o relatório.

Ataques relacionados a Coreia do Norte e roubo de criptomoedas já foram notificadas em outro relatório. Segundo uma publicação da mesma instituição, o país já teve como alvo corretoras de criptomoedas do país vizinho.

Em outro relatório a (RUSI) aponta que a Bithumb e YouBit já foram alvos de ataques norte-coreanos. O estudo de 2015 declarava que mais de seis mil pessoas trabalhavam em ataques relacionados em ataques cibernéticos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Bitcoin ganha novo impulso de alta e supera US$ 34 mil, entenda

O Bitcoin continua a se recuperar de sua queda no início da semana após várias empresas darem sinais que estão correndo para apostar no...
dolar rasgado e Bitcoin. Imagem: ShutterStock

Valor total de transações com bitcoin em 2021 deve superar PIB dos EUA

Pela primeira vez em menos de sete meses, o volume total de transferências com bitcoin ultrapassou US $ 15,8 trilhões. Como resultado, o volume...
CEFI vs DEFI

DeFi vs CeFi: Finanças Centralizadas vs Finanças Descentralizadas

Finanças descentralizadas (DeFi) são uma das fatias mais cobiçadas da indústria de blockchain hoje, mas a ideia em si tem origens muito mais humildes. Na verdade,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias