Corretora vai voltar a negociar XRP

Comunidade Ripple faz pressão e começa a ser atendida, movimento deverá crescer?

Siga no
Gráfico de preços da Ripple XRP relistar
Gráfico de preços da Ripple

No final de 2020, a CVM dos Estados Unidos, a SEC, processou a Ripple em uma acusação bilionária. Na ocasião, várias corretoras decidiram por cancelar a negociação de XRP. Agora, passados alguns meses do problema, uma corretora declarou que vai voltar a negociar o ativo, a primeira a fazer tal movimento.

Pesam contra a Ripple acusações de oferecer títulos ao público sem autorização da agência reguladora. A Ripple, cabe o destaque, é a empresa que criou o token XRP.

Tristes com o processo, alguns investidores chegaram a processar a Ripple também, pedindo indenização da empresa. Outros, mais leais a causa, seguem acreditando que o processo deverá ser resolvido.

Corretora Suíça vai voltar a negociar XRP

Desde que a confusão começou, muitas corretoras removeram a XRP de suas plataformas. A medida foi tomada principalmente para evitar problemas com a SEC.

Os fãs mais radicais da criptomoeda criticaram as medidas urgentes das corretoras. Com o tempo, a campanha #RelistXRP começou a ser divulgada em redes sociais, ganhando força com uma nova corretora apoiando a causa.

Isso porque, a Likke, corretora com base na Suíça, foi considerada a primeira a voltar a negociar a XRP. A comunidade comemorou o movimento, já cobrando que outras corretoras façam o mesmo.

Listagem foi permitida graças a regulamentação

O fundador e CEO da Lykke, Richard Olsen, se posicionou publicamente sobre a listagem da XRP em sua corretora. De acordo com ele, o movimento só foi permitido graças a regulamentação, sem dar muitos detalhes.

“Estamos emocionados por #RelistXRP – preencher a lacuna das finanças tradicionais com o novo mundo do blockchain é o nosso mantra e #XRP é fundamental para atingir esse objetivo; é um marco que a regulamentação nos permite relistar, um grande passo em frente.”, afirmou Olsen.

Fãs da Ripple esperam que a relistagem em corretoras impulsione novamente o preço da XRP. Desde que a SEC começou o processo, a XRP caiu da posição de terceira criptomoeda mais valiosa para sétima colocação.

“XRP Army”, fãs da Ripple chegaram a colocar hashtag nos trends do Twitter para pressionar corretoras

Na última segunda-feira (22), a hashtag #RelistXRP ganhou força no Twitter. Com a comunidade leal da moeda, conhecida como “XRP Army” (Exército XRP), a Ripple foi um dos destaques na Holanda.

Há relatos que a hashtag também foi bastante movimentada nos Estados Unidos, país que processa a Ripple.

Apesar do movimento da comunidade começar a ganhar fôlego, clientes de corretoras como Binance, Coinbase, entre outras, seguem impedidos de negociar a Ripple.

No Brasil, as maiores corretoras continuaram a dar suporte a XRP, que manteve negociações normalmente em suas plataformas.

Com a repercussão, o preço da XRP voltou a valorizar, com ganhos de 18% em relação ao Dólar nos últimos sete dias.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Próxima queda do mercado cripto será brutal, alerta “Cobra”, dono do bitcoin.org

O mercado de criptomoedas é cheio de altos e baixos, ao longo de 12 anos os investidores viram períodos de altas constantes, chamados de...

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Repressão global às criptomoedas pode estar chegando, alerta CEO da Kraken

Recentemente o Bitcoin e várias outras criptomoedas tiveram uma alta surpreendente, com muitas alcançando novas máximas históricas (como é o caso do Bitcoin e...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias