CPI das Pirâmides de Criptomoedas quer ouvir dono da Braiscompany

A CPI deve se reunir na próxima terça-feira (20), para deliberar sobre o futuro das investigações de crimes de pirâmides.

A CPI das Pirâmides Financeiras de Criptomoedas, instaurada pela Câmara dos Deputados, quer ouvir o dono da Braiscompany, Antônio Neto Ais.

O suspeito, que atualmente encontra-se foragido do Brasil, foi um dos alvos da Operação Halving, instaurada pela Polícia Federal em 2023.

Antônio e sua esposa Fabrícia Campos, também foragida, criaram a Braiscompany para ofertar supostas operações com criptomoedas. Associada a empresa, o casal prometia grandes lucros aos investidores, mas não contavam com aprovação de sua empresa no Brasil.

Além disso, suspeitas de fraudes aumentaram desde o final de 2022, quando os rendimentos prometidos começaram a parar de cair nas contas dos clientes. Após a operação da PF, o casal não foi localizado e seguem em local desconhecido pelas autoridades.

CPI das Pirâmides Financeiras de Criptomoedas recebe pedido para ouvir dono da Braiscompany

Ao declarar que a Braiscompany arrecadou 2 bilhões de reais de inúmeras famílias brasileiras, a CPI das Pirâmides Financeiras quer ouvir os principais líderes. O Requerimento nº 12/2023 foi apresentado na última sexta-feira (16).

“Requer que seja convidado o sr. Antônio Inácio da Silva Neto, sócio da Braiscompany, para prestar esclarecimentos acerca das suspeitas de envolvimento em fraudes com investimentos em criptomoedas envolvendo a empresa.”

A justificativa para o convite envolve que a empresa alegou falsamente que teve recursos travados na Binance, mas nem conta na corretora a Braiscompany tinha.

Além disso, a justificativa do requerimento realizado pelo Deputado Federal Aureo Ribeiro (SD-RJ) indica que até a empresa que supostamente lastreava as operações da Braiscompany se diz fraudada.

Mas o que realmente motivou a CPI entender que ouvir o dono da Braiscompany é importante, envolve a única nota divulgada pelo próprio em seu Instagram público. Na ocasião, Antônio Neto divulgou que “nenhum colaborador tem quaisquer responsabilidades ou culpa sobre o ocorrido”. Em resumo, ele assumiu a culpa pela fraude bilionária e agora receberá convite a depor na Comissão de Inquérito Parlamentar.

Clubes de futebol e CBF também poderão receber convites a apresentar informações

Em outro pedido a que o Livecoins obteve acesso, a requisição pede que vários clubes de futebol do Brasil apresentem informações.

Entre eles, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Santos Futebol Clube, Sociedade Esportiva Palmeiras, Sport Club Corinthians Paulista, São Paulo Futebol Clube, Club de Regatas Vasco da Gama, Clube de Regatas do Flamengo, Fluminense Football Club, Botafogo de Futebol e Regatas, Cruzeiro Esporte Clube, Clube Atlético Mineiro, Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, Sport Club Internacional.

Na última semana, o Livecoins apurou que emissoras de TV também estão na lista, como a Globo, Record, SBT, RedeTV e Band.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias