Criptomoeda do Facebook, Libra pode ser maior que China, EUA e Europa

Se der certo!

-

Siga no
Criptomoeda do Facebook, Libra pode ser maior que China, EUA e Europa
Criptomoeda do Facebook, Libra pode ser maior que China, EUA e Europa
Anúncio

Um dos projetos de criptomoedas mais polêmicos dos últimos tempos é a criptomoeda proposta pelo Facebook. Essa que é conhecida como Libra, caso seja lançada, tende a ser maior que as populações da China, Europa e EUA combinadas.

Nos últimos tempos essa moeda digital, que deverá ser lançada em 2020, tem encontrado dificuldades. Isso porque para os reguladores financeiros, essa apresenta uma ameaça a estabilidade dos países.

Libra pode ser maior que populações combinadas da China, EUA e Europa

A Libra poderá ser uma grande ameaça a países da Europa, que tem mostrado pouca confiança nesta. Além disso, a Libra passou por uma sabatina no Congresso dos EUA, que mostrou pouca confiança nesta tecnologia.

Anúncio

De fato, na China a Libra também não teria muito espaço, principalmente com o governo sendo pouco favorável às criptomoedas. O Banco Central Chinês inclusive está a pensar em uma criptomoeda própria para o país.

Caso a Libra venha a ser uma realidade em 2020, entretanto, poderá ser maior que as populações da Europa, China e EUA juntos. Cabe o destaque este levantamento foi realizado pela Bloomberg no último dia 18 de setembro.

De fato, a base de usuários do Facebook é maior que as populações dos países mencionados. Além disso, o fato da Libra ser uma stablecoin é um fator que tem despertado medo em governantes. A proposta dessa moeda é ser “lastreada” em moedas fiat, como Dólar, Euro, Yen. Com isso, a Libra teria a proposta de ter um valor estável e grande adoção. Na Europa, a criação dessa moeda tem sido tratada com extremo receio, assim como nos EUA.

Respostas do Facebook não tem acalmado os ânimos

O cocriador da Libra, David Marcus foi no Twitter, na última semana, defender seu projeto das novas acusações. Para Marcus, a Libra não é uma ameça aos países como tem sido amplamente discutido nos últimos dias.

David argumentou que a Libra não está criando dinheiro, mas um novo sistema de pagamento. Com isso, a criação de dinheiro continua a cargo dos países soberanos.

Os argumentos demonstrados por Marcus em suas respostas ainda não convencem os bancos centrais.

Bancos Centrais Europeus estão analisando a possibilidade de criar uma criptomoeda própria do bloco

De acordo com a Bloomberg, no último mês o chefe do banco central inglês, Mark Carney, apresentou a ideia de uma “Synthetic Hegemonic Currency”. A ideia desta seria possuir lastro em moedas fiat europeias, mas sem os problemas relacionados ao Facebook.

Além disso, na última semana o executivo do banco central europeu, Benoit Coeure, pediu que as instituições europeias se unam na causa. Um dos pontos seria a ideia de afastar moedas privadas, como do Facebook e outras mais que sejam criadas.

Na ideia dos bancos centrais, uma moeda emitida por estes seria mais segura para a população. Na ideia dos executivos, com moedas digitais emitidas por BCs, terrorismos e lavagens de dinheiro seriam melhor controlados.

De acordo com a Bloomberg, essas questões envolvem questões políticas e sociais globais. Finalmente, um “Bitcoin” de bancos centrais também não seria a melhor resposta correta para este problema.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Verificador de saldo de endereços bitcoin

Verifique o Saldo de Endereços Bitcoin

O Verificador de Saldo de Endereços Bitcoin já está disponível. Desenvolvido no Brasil, o aplicativo permite verificar facilmente o saldo de diversos endereços bitcoin...
ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Últimas notícias

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...