Criptomoeda do Telegram se valoriza em 200% antes mesmo de chegar no mercado

Empresa anunciou pré-venda da Gram em uma exchange japonesa sem que o Telegram soubesse.

Siga no
Gram do Telegram sobe 200% antes de ser lançada

A criptomoeda do Telegram vive um momento de grande especulação no mercado. Após passar por sua fase de ICO, a Gram deverá ser lançada em breve. Mas, antes que a criptomoeda seja lançada, uma oferta fez o preço da Gram explodir no mercado em mais de 200%.

Grandes empresas como o Telegram anunciaram recentemente sua adesão ao mercado de criptomoedas. O aplicativo de conversação sai na frente do WhatsApp, que pertence ao Facebook no que diz respeito ao lançamento da própria criptomoeda. Como a Gran já passou por uma fase inicial de financiamento, o projeto pode chegar ao mercado primeiro que a Libra.

Gram chegará primeiro que a Libra no mercado de criptomoedas

Investidores compraram Gram em fase de financiamento (ICO)

No final de 2018 o Telegram anunciou o projeto de sua própria criptomoeda. O aplicativo realizou então uma fase de financiamentos, conhecida como Oferta Inicial de Moeda (ICO em sua sigla em inglês). Durante esta rodada de financiamento, o preço de cada unidade da Gram estava sendo cotado por volta de US$ 1,33.

Quem decidiu investir na Gram do Instagram em sua fase de financiamento deverá aguardar até o lançamento oficial da criptomoeda. A previsão é de que a criptomoeda seja lançada ainda em 2019. Porém, antes do lançamento da Gram, um anúncio foi realizado sobre uma possível pré-venda da criptomoeda no mercado.

A Gram conseguiu captar cerca de US$ 1,7 bilhão em duas rodadas de investimentos. A última aconteceu em março de 2018 e o aplicativo conseguiu arrecadar US$ 850 milhões somente nesta rodada de investimento. A previsão de alguns analistas é de que a Gram chegue ao mercado sendo cotada entre cerca de US$ 2 a US$ 8.

Gram do Telegram viu preço aumentar em 200%

Antes mesmo de ser lançada oficialmente, a Gram viu seu preço decolar no mercado de criptomoedas. O movimento aconteceu após uma empresa decidir vender sua participação na Gram. Desse modo, uma pré-venda poderia marcar a entrada da criptomoeda do Telegram no mercado.

A Gram Asia investiu na criptomoeda do Telegram em sua fase de financiamento. Embora a Gram não tenha sido lançada oficialmente, a empresa supostamente possui títulos que conferem milhares de unidades de Gram. E será através deste investimento inicial que a criptomoeda poderá ser ofertada no mercado antes mesmo de seu lançamento.

O anúncio mostra que o preço da Gram será negociado 200% a mais do que a cotação durante a (ICO) da criptomoeda. Sendo assim, a Gram Asia estabeleceu o preço de US$ 4 por cada unidade da Gram comercializada. Por outro lado, a empresa pagou cerca de US$ 1,33 em 2018, momento em que a (ICO) da Gram do Telegram aconteceu.

De acordo com o anúncio da empresa, a Gram seria comercializada em breve no mercado de criptomoedas. Essa comercialização deverá acontecer através da Liquid, uma exchange japonesa.

Aplicativo de mensagens contesta negociação da Gram

O anúncio da Gram Asia revela que a Gram deveria começar a ser comercializada na Liquid. De acordo com a publicação, a venda está prevista para começar na próxima quarta-feira (10). Neste dia, a Gram poderá ser comprada na exchange japonesa, segundo a Gram Asia. Porém, de acordo com o Telegram, essa venda ainda não está autorizada.

Sem o lançamento oficial da Gram, a empresa Gram Asia poderá enfrentar dificuldades para negociar a criptomoeda em uma exchange. O aplicativo de mensagens teria informado que não existe qualquer tipo de ligação da empresa com o negócio que está sendo oferecido.

Com mais de 200 milhões de usuários, o Telegram espera que sua criptomoeda seja amplamente utilizada no aplicativo. Além disso, a proposta da empresa é que a Gram seja lançada antes que a Libra no mercado. Sendo assim, a criptomoeda do Telegram sairia na frente.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Amazon e mão segurando Bitcoin

Amazon nega rumores de que vai aceitar Bitcoin como pagamento

A Amazon, terceira maior empresa em valor de mercado do mundo, negou nesta segunda-feira (26) que irá aceitar Bitcoin como pagamento este ano. Nos...
Preço do Bitcoin acima de US$ 40 mil

Após seis dias em alta, Bitcoin supera US$ 40 mil

O preço do Bitcoin rompeu os 40 mil dólares em um movimento forte do lado comprador e após seis dias de fechamento diário em...
Hacker segurando Bitcoin

Trader de Bitcoin tem e-mail hackeado e perde R$ 350 mil

Um trader de Bitcoin alega ter sido hackeado após um vazamento de dados e como resultado perdeu tudo que tinha na corretora Binance. Seu...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias