CVM apura que criptomoedas estão populares no Brasil

Pesquisa com 5 mil participantes mostrou que as criptomoedas estão em alta.

Siga no
Comissão de Valores Mobiliários CVM
CVM/Reprodução

A Comissão de Valores Mobiliários conduziu uma pesquisa para entender mais sobre os investidores brasileiros. Em uma prévia dos resultados, a CVM apura que as criptomoedas estão populares no Brasil.

O estudo foi conduzido pela Assessoria de Análise Econômica e Gestão de Riscos (ASA/CVM). Vale o destaque que a CVM é o órgão responsável por fiscalizar e regulamentar investimentos no Brasil.

Ainda sim, as criptomoedas ainda não regulamentadas pela CVM, pelo entendimento que essa tecnologia não é um investimento. Nas atuais propostas de regulamentação das moedas digitais, o Banco Central do Brasil tem sido apontado como o órgão que deve regulamentar o setor.

Mesmo sem regulamentação, as criptomoedas tem tido destaque no país, principalmente em 2020.

CVM apura em pesquisa que as criptomoedas estão entre os ativos de brasileiros

Com o cenário de taxa de juros na mínima histórica, o apetite pela renda variável começa a ganhar corpo no Brasil. Para entender o movimento, a CVM conduziu uma pesquisa com investidores brasileiros.

Foram mais de 5 mil participantes na pesquisa, que puderam apresentar seu perfil de investidor a autarquia federal. Desses participantes pouco mais de 3200 deixaram contato para participar de mais pesquisas.

Ficou claro para a CVM, no entanto, que boa parte dos investidores começaram a poucos anos. De acordo com as informações preliminares do estudo, 40% dos investidores começaram a investir há menos de 5 anos.

A pesquisa realizada em setembro de 2020 ainda mostrou outra realidade para a CVM. Segundo o chefe da CVM, Bruno Luna, Chefe da ASA/CVM, a pesquisa apura que as criptomoedas estão em alta no Brasil.

Além disso, investimentos em derivativos e empresas do exterior mostram que o apetite dos investidores por risco está em alta. Assim, com a taxa de juros em um nível baixo, os investidores brasileiros se arriscam mais no mercado financeiro, apontam os dados preliminares.

Os dados preliminares apontam que 89% dos investidores são homens. A CVM quer então atrair mais mulheres ao mercado financeiro.

Novo diretor da CVM acredita que os criptoativos subiram 70% em 2020

Na última semana, o novo diretor da CVM foi sabatinado no Senado, conforme anunciado pelo Livecoins. A escolha foi pelo advogado Alexandre Costa Rangel, que foi aprovado no plenário na última quarta (21).

Um dia antes de sua aprovação, na terça (20), Alexandre foi questionado sobre as criptomoedas. Apontada como um risco para investidores por um senador, Alexandre destacou que as criptomoedas subiram 70% em 2020.

Confira o áudio do Senado Notícias sobre o tema abaixo:

Contudo, o tema das criptomoedas ainda é sensível no Brasil, principalmente pela falta de regulamentação. Mesmo assim, não deverá ser a CVM a regulamentar o Bitcoin e demais moedas digitais.

Por outro lado, a CVM tem fiscalizado empresas que ofertam investimentos com criptoativos. Ou seja, apesar da autarquia não olhar para as moedas, olha para as empresas envolvidas com o setor.

Nos últimos anos a CVM emitiu uma série de stop orders contra empresas que captavam investidores para esquemas fraudulentos, envolvendo o nome das criptomoedas. Uma delas foi a Atlas Quantum, que captou inúmeros investidores no país, mas deixou de pagar os saques após atuação da CVM.

A fiscalização do setor promete ser intensificada e tramitam no Senado Federal hoje dois projetos relacionados com criptomoedas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin pegando fogo e bandeira da China

Maior pool de mineração de Bitcoin bane chineses

Nesta segunda, a maior pool de mineração de Bitcoin baniu os mineradores chineses, mostrando que a comunidade deverá acatar a determinação do governo chinês. Na...

“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche...

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As...
Cadeado destravado e Bitcoin em caso de baixa segurança dos dados corretoras

ABCripto alerta sobre transações da Gas Consultoria e “Faraó dos bitcoins”

Fruto da colaboração de várias empresas do mercado de criptomoedas brasileiras, a ABCripto emitiu um alerta para as transações feitas pela Gas Consultoria e...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias