DeFi é mais centralizado do que você pensa e será regulamentado, diz presidente da CVM americana

O presidente da SEC, Gary Gensler, disse que os projetos 'DeFi' "não estão isentos de regulamentações."

DeFI
DeFI

Gary Gensler, o presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), disse que muitas das plataformas financeiras descentralizadas (DeFi) são, na verdade, fortemente centralizadas e que elas serão regulamentadas em breve.

Em uma entrevista ao Wall Street Journal, Gensler explicou que os projetos DeFi não são imunes à regulamentação porque elas facilitam algo que pode ser descentralizado em alguns aspectos, mas altamente centralizado em outros.

O problema, de acordo com ele, é que os desenvolvedores dessas plataformas não ficam apenas na programação do código, mas lidam com a governança e as taxas da rede.

“Ainda um grupo central de pessoas que não estão apenas desenvolvendo o software, como o software de código aberto, mas frequentemente controlam a governança e as taxas.”

Regulação

As plataformas DeFi estão ganhando cada vez mais espaço no mercado de criptomoedas. A falta de um intermediário para impor regras e taxas leva muitos a usar esse tipo de serviço que, no momento não está sujeito a nenhuma regulamentação nos Estados Unidos.

No entanto, Gensler disse que elas não estão “imunes à supervisão”. Ele apontou que existem alguns recursos das plataformas de negociação ponto a ponto que funcionam de maneiras que precisam de regulamentação.

Ao mesmo tempo, desenvolvedores de DeFi dizem que a maneira como esses projetos são construídos não deixa nenhuma entidade central no comando. O argumento deles é que esse tipo de descentralização dispensa a supervisão da SEC.

Apesar disso, Gensler está de olho nas recompensas que os participantes podem ganhar, tokens digitais, por exemplo, que podem se tornar uma atividade que precisa de regulamentação.

O presidente da SEC se concentrou em serviços específicos de algumas plataformas DeFi. Ele disse, “há um grupo de pessoas que não estão apenas escrevendo o software, como o software de código aberto, mas frequentemente têm governança e taxas. Há alguma estrutura de incentivos para esses promotores e patrocinadores no meio disso.”

Gensler também foi entrevistado pela Fox Business e disse que a regulamentação dos projetos DeFi é necessária.

“Essas chamadas plataformas financeiras descentralizadas, na verdade, têm muita centralização. Há um grupo de empreendedores que administra essas plataformas. Eles devem entrar e, nessa medida, trabalhar conosco e se registrar.”

DeFi é descentralizado?

De acordo com a empresa de software blockchain ConsenSys, alguns projetos são genuinamente descentralizados, como a Maker (MKR , mas outros projetos que se autodenominam DeFi costumam ter uma parte altamente centralizada.

“Alguns têm grande controle sobre sua direção, outros são governados por investidores de capital de risco e outros têm comunidades mais amplas que votam em mudanças como um projeto de código aberto.”

Não é à toa que existe o site Defiscore.io que fornece uma pontuação em termos de centralização e riscos de um projeto. Quem sabe, talvez essa ferramenta se torne a base para o estudo regulatório da SEC.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Últimas notícias