Desembargador vê crescimento das criptomoedas no mundo

Acesso aos meios digitais tem sido um movimento comum para jovens, destacou magistrado mineiro.

Siga no
Criptomoedas
Criptomoedas - Imagem: Pixabay

Um desembargador de Minas Gerais concedeu uma entrevista nos últimos dias sobre as mudanças pelas quais atravessa o judiciário do estado. Nela, o desembargador Marcelo Guimarães Rodrigues destacou que vê um crescimento do uso das criptomoedas no mundo.

Tal movimento faz parte de uma quebra de paradigmas que o mundo atravessa. Em parte, tal ação é coordenada principalmente por jovens, que de acordo com o magistrado tem quebrado barreiras.

No Brasil, o judiciário atravessa enormes mudanças e a digitalização deverá ser um movimento forte nos próximos anos. Em posse no STF nos últimos dias, o novo presidente Ministro Luiz Fux destacou que o judiciário passará por uma reformulação, migrando boa parte para o digital.

Desembargador vê crescimento das criptomoedas semelhante ao visto com Uber e Airbnb

O conceito de criptomoedas tem estado em alta nos últimos anos. Após a criação do Bitcoin em 2009, de fato o assunto ganha manchetes e desperta interesses diversos em pessoas pelo mundo.

Um dos pontos em que as criptomoedas são úteis é justamente a facilidade em se realizar transações. Com a capacidade de enviar qualquer valor pelo mundo, em instantes, a tecnologia segue em alta.

Contudo, a necessidade de se utilizar bancos ou trabalhar com conversão cambial praticamente é eliminada. Como tecnologias novas de pagamentos ponta-a-ponta, as criptomoedas seguem abrindo caminhos.

De acordo com um desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a sociedade tem tido novas exigências. Dessa forma, tem sido comum, por exemplo, se pensar em avanços e adaptações para os meios digitais.

Em entrevista ao CNBMG, o desembargador apontou que os meios digitais serão rotina em breve. Todos os serviços que não couberem em uma tela de smartphone estão em risco. Empresas grandes, como Uber e Airbnb, estão aí para provar a narrativa, apontou o magistrado.

Além disso, o dinheiro também passa pela mudança de paradigma, com as chamadas criptomoedas. Na visão do desembargador Marcelo Guimarães Rodrigues, o crescimento das criptomoedas no mundo seguem o movimento de buscar melhorias, promovidos principalmente por jovens.

Discussão era sobre atos notariais, setor que também segue observando a concorrência da tecnologia blockchain

Ao comentar sobre as criptomoedas ao CNBMG, o magistrado deixou claro que há uma busca por inovações em vários setores. No setor notarial, que era o foco da conversa, o desembargador observou que houve uma melhora no estado de Minas Gerais nos últimos anos, mas há muito mais a se fazer.

Neste sentido, os cartórios já sentem a concorrência se aproximando, até pelas próprias criptomoedas. Ainda não regulamentadas no Brasil, mas com enorme potencial, a tecnologia possuí capacidade de registrar dados. Esse processo de registro é feito com segurança, transparência e imutabilidade.

Tal registro pode ser feito através da blockchain, tecnologia subjacente às criptomoedas. Ou seja, além de permitir transações de valores pelo mundo, a tecnologia ainda evolui um setor que é tradicional no Brasil.

Algumas empresas já trabalham com esse serviço no país, como a OriginalMy, entre outras. No âmbito jurídico nacional, tais iniciativas ainda não substituem o serviço dos cartórios, mas já se colocam como alternativas viáveis ao reduzir a burocracia e aumentar a segurança dos registros.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Governo da Ucrânia ensina bitcoin para população

O Ministério da Transformação Digital da Ucrânia criou uma campanha para ensinar  bitcoin, blockchain e criptomoedas para a população. Os vídeos foram desenvolvidos em...

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...
BCHA-51-attack

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

Últimas notícias

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

30 bilionários possuem bitcoin, mas não falam sobre isso, revela milionário do Twitter

O multimilionário filantrópico Bill Pulte, apelidado de "Bitcoin Bill" após sua entrada no mercado de bitcoin em dezembro de 2019, afirmou em uma live...