Donos de corretoras de Bitcoin são convocados para audiência pública

Foram chamados CEOs de corretoras famosas do mercado.

Capitólio nos Estados Unidos, Congresso norte-americano
Capitólio nos Estados Unidos

Os donos de grandes corretoras de Bitcoin dos Estados Unidos foram convocados para uma audiência pública no congresso, a acontecer na próxima semana.

Nos últimos meses, o mercado de criptomoedas passou a ser observado de perto por reguladores de todo mundo. Não podendo interromper os avanços do Bitcoin, que é uma moeda descentralizada e imune a intervenções estatais, o foco dos governos então se voltou para empresas deste setor.

No Brasil, por exemplo, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, confessou que uma regulação neste setor será aplicada apenas às empresas e pessoas envolvidas com o setor, não as moedas em si.

Este movimento então começa a ganhar força em todo mundo.

No congresso norte-americano, 6 donos de corretoras de Bitcoin são convocados para audiência pública

A congressista Maxine Waters (83), representante do Partido Democrata nos Estados Unidos, pediu uma audiência pública para este mês de dezembro para conversar sobre o Bitcoin e as criptomoedas. Sua intenção é discutir sobre os impactos dessa tecnologia nos Estados Unidos, maior potência econômica e militar do mundo.

Atual presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara, Waters marcou para o próximo dia 8 de dezembro a audiência “Ativos digitais e o futuro das finanças: entendendo os desafios e benefícios do setor financeiro Inovação nos Estados Unidos“.

O evento será transmitido ao mundo pelo YouTube e contará com a presença de seis donos de grandes corretoras dos Estados Unidos.

Entre eles estão Jeremy Allaire (Circle), Sam Bankman-Fried (FTX), Brian Brooks (Bitfury), Chad Cascarilla (Paxos), Denelle Dixon (Stellar Development Foundation) e Alesia Haas (CEO Coinbase Inc. e CFO da Coinbase Global Inc.).

Desde que assumiu a presidência do comitê, a deputada Maxine Waters já convocou sete audiências públicas sobre o tema de criptomoedas. Uma delas, inclusive, foi com representantes do Facebook, quando a empresa anunciou seus planos de criar a criptomoeda Libra, que depois virou Diem e hoje praticamente sumiu do noticiário.

Ou seja, esse comitê tem uma força grande nos Estados Unidos, e a congressista Maxine tem conversado sempre com CEOs de grandes empresas, visto que ela tem como foco em sua agenda a justiça, proteção dos investidores e consumidores.

Os representantes convocados pela audiência pública são de algumas das maiores corretoras que atuam nos Estados Unidos e seguem suas regulamentações. Chama atenção que não foram convidados representantes da Kraken e Binance.US, outras duas grandes operações locais.

Em junho de 2021, a presidente do Comitê criou um “Grupo de Trabalho de Ativos Digitais de Membros Democratas”, cuja intenção é fiscalizar o mercado de criptomoedas e moedas digitais de bancos centrais. Dessa forma, futuras leis sobre o Bitcoin nos EUA poderão sair com auxílio destes encontros.

“À medida que criptomoedas, moedas digitais do banco central e outros ativos digitais entram no mercado, o Comitê analisará como os ativos digitais começaram a entrar em muitos aspectos de nossas vidas – de pagamentos a investimentos a remessas – e considerará como elaborar legislação para apoiar a inovação responsável que protege consumidores e investidores ao mesmo tempo em que promove maior inclusão financeira. Portanto, tenho o prazer de anunciar que organizei um Grupo de Trabalho de Ativos Digitais de Membros Democratas que examinará as questões em questão no espaço de ativos digitais”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias