Elon Musk critica mídia e chama CEO da FTX de criminoso

Sam Bankman-Fried pode ser atualmente uma das pessoas mais odiadas do mercado de criptomoedas e do setor financeiro. O fundador da FTX, que chegou a ser a terceira maior corretora do mundo, foi um dos principais responsáveis pela queda da corretora, acusado de incompetência, mau uso do dinheiro dos investidores e de ter feito tudo isso com má intenção. Assim, muitos estão irritados também com como certas fontes de notícias estão tratando o CEO falido.

Diferentes notícias tem falado sobre SBF com um tom muito mais ameno sobre a sua culpa em toda a situação, o que chamou a atenção de grandes nomes, como o próprio CEO do Twitter, Elon Musk, que afirmou que o site Wall Street Journal está “fazendo massagem no pé” de Bankman-Fried.

“O WSJ está fazendo massagem no pé de um criminoso”, disse Musk

A resposta veio devido a um título usado em uma notícia sobre alguém que, de acordo com alguns analistas, pode ter – propositalmente – causando milhões em prejuízo, acabando com a vida financeira de milhares de pessoas. O Wall Street Journal deu a notícia de SBF como “O Plano de Sam Bankman-Fried para salvar o mundo acabou em chamas”.

Uma forma bem amena de noticiar um golpe, de acordo com alguns, gerando até mesmo alguns memes sobre essa abordagem.

Em um desses memes, alguns usuários estão compartilhando uma manchete falsa da WSJ dizendo que “O Santíssimo Sam Bankman-Fried estava em uma missão de Deus para salvar a humanidade, mas foi destruído pelos seus inimigos malignos.”.

Alguns falaram que SBF tem uma máquina de propaganda mais poderosa do que alguns governos autoritários. Os memes sobre a situação ainda continuam circulando no Twitter, com alguns níveis de paródia engraçados.

Independente do conteúdo, alguns títulos do Wall Street Journal realmente enfurecem quem perdeu dinheiro no colapso da FTX, como por exemplo, na notícia afirmando que o colapso pode ter sido bom para a economia.

Wall Street Journal puxando menos saco de SBF após críticas?

Curiosamente, ao clicar no link compartilhado no Twitter, o título da notícia é totalmente diferente, com um tom bem mais acusativo do que o que está nas redes sociais.

“Sam Bankman-Fried disse que distribuiria bilhões. Promessas falsas foram tudo o que sobrou.” 

Ou seja, será que o WSJ começou a mudar de tom após as muitas críticas da internet? Ou será que suas manchetes para as redes sociais estão simplesmente mais leves contra o executivo?

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias