Elon Musk diz que Dogecoin deve acompanhar o ritmo da internet e é criticado

Bilionário foi criticado por sua fala sobre comportamento da rede.

Siga no
Criptomoedas Bitcoin e Dogecoin próximas de computador, em conceito de tecnologia
Criptomoedas Bitcoin e Dogecoin próximas de computador, em conceito de tecnologia

O bilionário Elon Musk pode entender sobre vários assuntos e ser um exímio empresário em diversos setores, mas suas falas recentes sobre Dogecoin e Bitcoin mostram que ele ainda não compreendeu totalmente a tecnologia das criptomoedas.

Como a chegada do Bitcoin, novos projetos surgiram e diversas criptomoedas foram criadas, e uma delas é justamente a Dogecoin, que é uma moeda meme baseada em Bitcoin. A moeda inspirada em cachorro caiu no gosto do bilionário Elon Musk e acabou ganhando destaque no último ano.

Para Musk, a Dogecoin é uma forte candidata a ser uma moeda global, ainda que ele acredite no Bitcoin como reserva.

Elon Musk diz que Dogecoin deve acompanhar o ritmo da internet

Na corrida por meios de pagamentos cada vez mais rápidos para a internet, a Dogecoin tem se mostrado disposta a concorrer com meios tradicionais, como a Visa, Mastercard e a própria Lightning Network do Bitcoin.

Recentemente, a rede DOGE passou por uma atualização que a permitiu reduzir os custos das transações. Uma próxima atualização poderia ser no tempo em que um bloco é criado nessa rede, atualmente minerado em média de 1 minuto cada.

O Bitcoin tem um bloco minerado a cada 10 minutos e a Litecoin a cada 2,5 minutos, por exemplo. E essa recomendação foi feita pelo CEO e Cofundador da plataforma Robinhood, Vladimir Tenev em seu Twitter, que sugeriu que a Dogecoin tenha 1 novo bloco a cada 10 segundos.

Segundo ele, caso a mudança fosse realizada, a criptomoeda concorreria com meios de cartão de crédito e débito. No entanto, Elon Musk discordou da afirmação e sugeriu que o tempo fosse ainda menor, ou seja, de 6 segundos para cada bloco.

“6 segundos, melhor dito como 6000 milissegundos, o que é muito tempo para computadores, é quase certo”.

Ao observar os comentários dos empresários, o criador da Dogecoin Billy Markus disse que escolheu 1 minuto há oito anos, quando criou a moeda. Segundo ele, essa foi uma sugestão que lhe permitia ser o mais rápido possível com segurança, mas como a internet evoluiu, não seria impossível acelerar a produção de blocos.

Em seguida, Elon Musk declarou que “o tamanho e o tempo do bloco devem acompanhar o resto da Internet“, indicando que está disposto a ver a Dogecoin acelerar suas transações para ser um meio de pagamento “mais interessante”.

Elon Musk não entendeu o Bitcoin?

Constatando a fala do bilionário, a comunidade Bitcoin criticou Elon Musk e disse que ele não entendeu o propósito do Bitcoin, que não é apenas uma mudança de tecnologia, mas também de princípios.

Um deles foi Peter McCormack, defensor do Bitcoin que declarou que Musk está errado, visto que essa tecnologia foi elaborada de forma resiliente para ser o dinheiro para todos.

“Não, o tempo de bloqueio deve manter o ritmo com as opções de menor tecnologia/largura de banda, pois o bitcoin é dinheiro para todos. Para a taxa de transferência de transações de velocidade da luz, existe a Lightning Network.”

No passado, Elon Musk já defendeu que as redes de criptomoedas devem aumentar suas capacidades de transações onchain, ou seja, aumentar o tamanho dos blocos. Essa proposta reacende um debate de 2017, quando o Bitcoin Cash foi criado justamente com essa sugestão.

Ao buscar acelerar a rede Dogecoin, contudo, Musk não deixou muito claro como isso pode ser feito mantendo a segurança dessa blockchain. Isso certamente reacende na comunidade o debate sobre o trilema da escalabilidade em sistemas blockchain, que envolve a escalabilidade, segurança e descentralização.

A Bitcoin Magazine, um dos principais portais de bitcoin do mundo, disse que com a fala Musk, o homem mais rico do mundo mostra que não entendeu os fundamentos da moeda digital até hoje.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias