Elon Musk pode amar criptomoedas, mas elas estão longe de ser o seu foco

Embora Elon Musk, homem mais rico do mundo, seja conhecido por seus inúmeros tuítes sobre criptomoedas como Dogecoin, Bitcoin e Ethereum, este assunto ainda está bem distante de seu verdadeiro foco: as suas empresas.

Um estudo realizado pela Visual Capitalist mostra a jornada de Elon Musk no Twitter na última década. Como destaque, postagens sobre a Tesla, fabricante de carros elétricos, são dominantes, seguidas pela SpaceX, fabricante de foguetes.

Já as criptomoedas, embora apareçam frequentemente em seus comentários, ainda estão bem longe de ser o seu principal assunto. De qualquer forma, este é um dos temas mais abordados pelo bilionário.

Dez anos de Elon Musk no Twitter

Hoje Elon Musk é um dos empreendedores de maior sucesso no mundo, diretor-executivo da Tesla e fundador de diversas empresas como SpaceX, The Boring Company, X.com (fundida ao PayPal), Neuralink, OpenAI e Zip2, Musk tornou-se o homem mais rico do mundo em 2021 ao ultrapassar Jeff Bezos da Amazon.

Devido a isso, e também ao seu carisma, hoje Elon Musk possui o 9.º maior número de seguidores no Twitter, 77,3 milhões de pessoas o seguem. Embora fale bastante sobre criptomoedas, especialmente Dogecoin, este não é o seu maior foco.

Tuítes de Elon Musk nos últimos 10 anos. Fonte: Visual Capitalist
Tuítes de Elon Musk nos últimos 10 anos. Fonte: Visual Capitalist

Na imagem acima, elaborada pela Visual Capitalist, é possível acompanhar os interesses do homem mais rico do mundo nos últimos 10 anos. Sendo suas duas maiores empresas, Tesla e SpaceX, seus assuntos preferidos.

Envolvimento com criptomoedas

Devido à pluralidade de seus interesses que incluem foguetes, carros elétricos, energia solar, túneis subterrâneos e inteligência artificial, muito se especulou sobre a entrada de Elon Musk no mundo das criptomoedas, especialmente o Bitcoin, também devido ao seu interesse por finanças pelo seu envolvimento com o PayPal.

Tal especulação aumentava a cada ano, em 2018, por exemplo, o bilionário foi visto segurando um livro sobre criptomoedas durante um evento. No ano seguinte, 2019, fez seu primeiro comentário sobre o Bitcoin durante conversa com Cathie Wood da Ark Invest.

Elon Musk segurando livro sobre criptomoedas em 2018. Fonte: Reddit

Já em 2020, Musk começou a compartilhar memes tanto sobre a Dogecoin quanto sobre o Bitcoin, mostrados abaixo, aumentando a especulação sobre a sua entrada no mercado de criptomoedas.

“Padrão Dogecoin vs Sistema financeiro global”

“Bitcoin vs Eu tentando viver uma vida produtiva normal”

Foi então que em 2021, o bilionário anunciou que a Tesla começou a aceitar pagamentos em Bitcoin, bem como anunciou a compra de 1,5 bilhão de dólares em BTC para compor o caixa da empresa.

Criptomoedas não são o foco de Elon Musk

Apesar de ter ajudado na adoção tanto do Bitcoin quanto da Dogecoin, ambas quebrando recordes históricos em 2021, as criptomoedas ainda estão longe de ser o foco de Elon Musk, como mostrado na primeira imagem desta matéria.

Seus tuítes mais antigos dos últimos dez anos começam falando sobre a espaçonave Dragon da SpaceX, bem como do lançamento do primeiro Tesla, o Model S. Sem surpresa, dez anos depois e estes continuam sendo seu principal interesse.

Tesla Model S Plaid
Tesla Model S Plaid, o carro mais rápido do mundo.

Embora comandar duas empresas líderes em seus setores deva ser uma tarefa cansativa, Musk sempre reservou parte de seu tempo para outros assuntos. Como exemplo, além das criptomoedas, podemos citar a criação de um lança-chamas pela Boring Co., sua ajuda no resgate de crianças presas em uma caverna na Tailândia e suas aparições no podcast de Joe Rogan. Mais recentemente, o bilionário forneceu internet para ucranianos através da Starlink.

Por fim, mesmo que as criptomoedas não sejam o seu principal assunto, podemos esperar que elas continuem sendo levadas por Elon Musk junto a todos os seus empreendimentos atuais e futuros.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias