Empresa compra R$ 1.3 bi em Bitcoin como reserva de valor

Empresa é listada na bolsa norte-americana Nasdaq.

Siga no
Moeda Bitcoin como reserva de valor
Bitcoin/Pixabay

Um anúncio chocou o mercado de criptomoedas nesta terça-feira (11), vindo de uma empresa listada na Nasdaq, bolsa de valores dos EUA. Ao anunciar a compra de Bitcoin como estratégia inicial de reserva de valor, uma empresa comprou R$ 1,3 bilhão da moeda digital.

O fato é certamente histórico, porque é a primeira vez que uma empresa pública, listada em bolsa, anuncia a compra de Bitcoin como estratégia de reserva. O anúncio foi feito pela empresa de inteligência de negócios MicroStrategy Incorporated (Nasdaq: MSTR).

Após o anúncio, as ações MSTR dispararam no mercado, com valorização de 16% no momento da redação desta matéria. O gráfico da MSTR mostra que o preço por ação da empresa voltou aos níves pré-pandemia com a alta de hoje.

Empresa MicroStrategy anuncia a compra de R$ 1,3 bilhão de Bitcoin como principal reserva de valor da companhia

O Bitcoin é uma nova tecnologia de pagamentos criada em 2009, como uma moeda digital. Como um dinheiro, o Bitcoin deve cobrir o aspecto de reserva de valor, meio de pagamentos e unidade contábil.

Há alguns anos, entretanto, a comunidade do Bitcoin chama o ativo de ouro digital. Dessa forma, o Bitcoin seria uma ótima maneira de guardar valor com o tempo. Há quem critique essa afirmação, como o lendário investidor Peter Schiff, que é crítico do Bitcoin.

Quando revelou aos seus acionistas uma nova estratégia no final de julho, a MicroStrategy afirmou que iria comprar ativos alternativos. Contudo, nessa terça surpreendeu o mercado financeiro global, ao anunciar a compra de Bitcoin.

“Este investimento reflete nossa crença de que o Bitcoin, como a criptomoeda mais amplamente adotada no mundo, é uma reserva confiável de valor e um ativo de investimento atraente com maior potencial de valorização a longo prazo do que a retenção de dinheiro”, afirmou Michael J. Saylor , CEO da MicroStrategy Incorporated

A empresa afirmou que comprou U$ 250 milhões, ou seja, 21.454 bitcoins. De acordo com anúncio, o valor daria 1,3 bilhão de reais, com a cotação do dólar e preço do Bitcoin hoje.

Primeira empresa listada em bolsa de valores a comprar Bitcoin como proteção de capital

A estratégia de comprar Bitcoin, adotada pela MicroStrategy foi estudada nos últimos meses. Contudo, a empresa afirmou que a compra nesse momento foi feita devido a uma análise macro, que envolve a pandemia e a fraqueza das moedas fiduciárias.

“A MicroStrategy passou meses deliberando para determinar nossa estratégia de alocação de capital. Nossa decisão de investir em Bitcoin neste momento foi impulsionada em parte por uma confluência de fatores macro que afetam o cenário econômico e de negócios que acreditamos estar criando riscos de longo prazo para nosso programa de tesouraria corporativa – riscos que devem ser tratados de forma proativa”

Para investir, a MicroStrategy analisou os fundamentos da rede descentralizada da moeda e sua força nos últimos tempos. De acordo com o CEO da empresa, Michael J. Saylor, foi levantado que o “Bitcoin é um ouro digital“. Não ficou claro se os bitcoins foram comprados em corretoras ou mesas OTC.

O CEO afirmou, por fim, que essa ação visa beneficiar, com o tempo, seus clientes, acionistas, parceiros e funcionários. O fato histórico dessa compra é importante para a adoção do Bitcoin por empresas e, consequentemente, como dinheiro no mundo.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Guru de “A grande aposta” compara bitcoin com Tesla: “bolha”

Michael Burry - o famoso investidor interpretado por Christian Bale no filme "A grande aposta" - comparou a Tesla com o bitcoin, chamando ambos...

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e...

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...
Buenos Aires Argentina Hackers Criptomoedas Ransomwares

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...

Últimas notícias

Produtora do Big Brother, Master Chef e The Voice é atacada por ransomware e tem dados vazados

Uma gigante da televisão está enfrentando um cenário assustador. O grupo francês Banijay informou na quinta-feira (26) que sofreu um ataque cibernético que afetou...

Hackers invadem site do governo da Argentina e ameaçam vazar 50GB de dados

Vários países da América Latina seguem perseguidos por ataques cibernéticos, principalmente com os chamados ransomwares. O novo caso de ataque seria uma invasão ao...

Gráfico histórico do bitcoin sugere que alta de 2020 está apenas começando

Um gráfico histórico que mostra o desempenho do bitcoin desde 2013 sugere um futuro brilhante para a criptomoeda, se a história se repetir (via...