Empresa compra R$ 1.3 bi em Bitcoin como reserva de valor

Empresa é listada na bolsa norte-americana Nasdaq.

Siga no
Moeda Bitcoin como reserva de valor
Bitcoin/Pixabay

Um anúncio chocou o mercado de criptomoedas nesta terça-feira (11), vindo de uma empresa listada na Nasdaq, bolsa de valores dos EUA. Ao anunciar a compra de Bitcoin como estratégia inicial de reserva de valor, uma empresa comprou R$ 1,3 bilhão da moeda digital.

O fato é certamente histórico, porque é a primeira vez que uma empresa pública, listada em bolsa, anuncia a compra de Bitcoin como estratégia de reserva. O anúncio foi feito pela empresa de inteligência de negócios MicroStrategy Incorporated (Nasdaq: MSTR).

Após o anúncio, as ações MSTR dispararam no mercado, com valorização de 16% no momento da redação desta matéria. O gráfico da MSTR mostra que o preço por ação da empresa voltou aos níves pré-pandemia com a alta de hoje.

Empresa MicroStrategy anuncia a compra de R$ 1,3 bilhão de Bitcoin como principal reserva de valor da companhia

O Bitcoin é uma nova tecnologia de pagamentos criada em 2009, como uma moeda digital. Como um dinheiro, o Bitcoin deve cobrir o aspecto de reserva de valor, meio de pagamentos e unidade contábil.

Há alguns anos, entretanto, a comunidade do Bitcoin chama o ativo de ouro digital. Dessa forma, o Bitcoin seria uma ótima maneira de guardar valor com o tempo. Há quem critique essa afirmação, como o lendário investidor Peter Schiff, que é crítico do Bitcoin.

Quando revelou aos seus acionistas uma nova estratégia no final de julho, a MicroStrategy afirmou que iria comprar ativos alternativos. Contudo, nessa terça surpreendeu o mercado financeiro global, ao anunciar a compra de Bitcoin.

“Este investimento reflete nossa crença de que o Bitcoin, como a criptomoeda mais amplamente adotada no mundo, é uma reserva confiável de valor e um ativo de investimento atraente com maior potencial de valorização a longo prazo do que a retenção de dinheiro”, afirmou Michael J. Saylor , CEO da MicroStrategy Incorporated

A empresa afirmou que comprou U$ 250 milhões, ou seja, 21.454 bitcoins. De acordo com anúncio, o valor daria 1,3 bilhão de reais, com a cotação do dólar e preço do Bitcoin hoje.

Primeira empresa listada em bolsa de valores a comprar Bitcoin como proteção de capital

A estratégia de comprar Bitcoin, adotada pela MicroStrategy foi estudada nos últimos meses. Contudo, a empresa afirmou que a compra nesse momento foi feita devido a uma análise macro, que envolve a pandemia e a fraqueza das moedas fiduciárias.

“A MicroStrategy passou meses deliberando para determinar nossa estratégia de alocação de capital. Nossa decisão de investir em Bitcoin neste momento foi impulsionada em parte por uma confluência de fatores macro que afetam o cenário econômico e de negócios que acreditamos estar criando riscos de longo prazo para nosso programa de tesouraria corporativa – riscos que devem ser tratados de forma proativa”

Para investir, a MicroStrategy analisou os fundamentos da rede descentralizada da moeda e sua força nos últimos tempos. De acordo com o CEO da empresa, Michael J. Saylor, foi levantado que o “Bitcoin é um ouro digital“. Não ficou claro se os bitcoins foram comprados em corretoras ou mesas OTC.

O CEO afirmou, por fim, que essa ação visa beneficiar, com o tempo, seus clientes, acionistas, parceiros e funcionários. O fato histórico dessa compra é importante para a adoção do Bitcoin por empresas e, consequentemente, como dinheiro no mundo.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Comércio de Bitcoin na China aumenta, apesar de ser banido

Em 2017, a China fechou corretoras locais de criptomoedas, sufocando um mercado especulativo que era responsável por grande parte do comércio global de criptomoedas....
Divulgação/Goldman Sachs

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...
Bitcoin em fevereiro de 2021

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Goldman Sachs reabre mesa de negociação de Bitcoin

A recente alta do Bitcoin reacendeu o interesse de diferentes players no criptomercado, com fontes afirmando que a Goldman Sachs, um dos nomes mais...

Bitcoin foi o ativo com melhor desempenho em fevereiro, ouro e B3 em queda

O preço do Bitcoin teve alta de 42% em fevereiro, sendo o melhor ativo do mês. Ao contrário do desempenho da moeda digital, ativos...

Província da China vai banir mineração de Bitcoin por causa do impacto ambiental

A emissão de gases de carbono é uma grande preocupação atualmente, sendo classificado como o principal causador do efeito estufa e um dos motivos...

Desenvolvedores voltam a atualizar Dogecoin

No meio da alta recorde das criptomoedas no ano passado, a Dogecoin (DOGE) se destacou como uma ovelha negra. Ela valorizou 2100% no intervalo...

Citibank: Bitcoin pode se tornar uma moeda de comércio global

O Bitcoin está em um "ponto de inflexão" e pode se tornar a moeda preferida para o comércio internacional, disseram analistas do gigante bancário...