Empresa de fretamento de navios compra máquinas de minerar Bitcoin

Empresa cada vez mais imersa no mercado de criptomoedas.

Siga no
Vista aérea de navio carregado de contêineres
Vista aérea de navio carregado de contêineres

Uma grande empresa de logística de navios dos Estados Unidos e listada na Nasdaq vai buscar na China equipamentos para minerar Bitcoin.

O caso da Sino-Global Shipping America, Ltd. (NASDAQ: SINO) com o mercado de Bitcoin começou em março de 2021, quando a companhia fechou uma parceria com a Hebei Yanghuai Technology Co., Ltd. (“Yanghuai”).

Dessa forma, a gigante dos Estados Unidos começou a minerar Bitcoin, com as máquinas presentes na China. Essa mineração era feita de forma remota, visto que no país asiático essa atividade ainda era permitida.

Nos últimos meses a situação mudou com uma pressão do governo chinês sobre as fazendas de minerar Bitcoin. Com isso, o acordo de março teve que ser revisto pelas empresas.

Sino-Global, empresa de fretamento de navios vai minerar Bitcoin diretamente

A Sino-Global anunciou que vai começar a minerar Bitcoin diretamente, após comprar máquinas que utilizava para essa atividade e que ficavam em posse de uma empresa parceria na China. Como há uma tensão regulatória naquele país, não havia mais condições de manter os equipamentos no local.

Segundo o CEO da Sino-Global, Lei Cao, os equipamentos serão enviados para a divisão da empresa na China, que após isso serão encaminhadas aos Estados Unidos. Dessa forma, será possível realizar a mineração diretamente, que será feita pela empresa em um país que não proíbe essa atividade.

“Agradecemos os esforços de Yanghuai para chegar a uma resolução justa do acordo original, dada a mudança na política macro. O acordo reestruturado nos permitirá expandir significativamente nossa capacidade nos EUA, que pretendemos crescer ainda mais organicamente e por meio de oportunidades adicionais de M&A, caso atendam aos nossos critérios de avaliação, desempenho e localização.

Separadamente, planejamos mudar para um negócio de mineração direta ao invés de contratar terceiros, a fim de ter maior controle sobre este segmento de crescimento e otimizar nossa margem bruta.”

O contrato entre as empresas estipula uma garantia de um ano dos equipamentos que serão enviados aos Estados Unidos.

Em junho, empresa listada na Nasdaq comprou plataforma de negociação de NFTs

No final de junho, a Sino-Global já havia feito um comunicado chamativo sobre adquirir uma plataforma chamada Clamor, que trabalha com leilões em blockchain. O negócio foi feito por US$ 3 milhões, pagos em dinheiro e ações.

O CEO Lei Cao compartilhou que aquele investimento era para de investimentos em infraestrutura blockchain e de NFTs.

“A Sino-Global já fez uma série de investimentos em infraestrutura de blockchain e empresas NFT, à medida que expandimos nossas capacidades e estendemos nosso alcance. Estamos ansiosos para integrar a Clamor em nossa rede junto com nossos outros ativos e parceiros , incluindo nossa plataforma CyberWorld V0.1 NFT, que já está fornecendo um link crítico entre o mundo do blockchain virtual e o mundo físico.”

Fundada nos Estados Unidos em 2001, a Sino-Global Shipping America, Ltd. tem se diversificado no mercado de criptomoedas, ao mesmo tempo em que continua apoiando e ampliando seus negócios de transporte, fretamento, logística e serviços relacionados.

Com sede em Nova York, a Sino-Global possui escritórios em Los Angeles, China Continental, Austrália, Canadá e Hong Kong. Informações adicionais sobre a Sino-Global podem ser encontradas no site corporativo da empresa em www.sino-global.net.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Mulher animada com preço do Bitcoin em alta

Bitcoin volta aos 64 mil dólares e mercado espera novos recordes

O preço do Bitcoin segue rondando a alta histórica de preços em Dólar, após superar as cotações máximas em Euro. Isso aconteceu porque o...
Mãos em Cuba segurando bandeiras com fundo laranja Bitcoin

Empresas em Cuba começam aceitar Bitcoin como pagamento

Enquanto o Bitcoin continua crescendo como reserva de valor para muitas pessoas e empresas, negócios em Cuba já entendem que a tecnologia é um...
Líder da Gas Consultoria Bitcoin em pronunciamento

“Faraó dos Bitcoins” continua preso após audiência de habeas corpus ser adiada

Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó dos Bitcoins", continua preso e seu pedido de habeas corpus será analisado apenas na próxima semana. Os clientes mais...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias