Ações de empresas listadas na bolsa foram afetadas pela queda do Bitcoin

Empresas que lidam com o mercado de criptomoedas sofrem.

Gráfico de preços do bitcoin em queda
Gráfico de preços do bitcoin em queda

Algumas ações de empresas listadas na bolsa de valores foram afetadas pela nova queda do bitcoin. Uma delas é a MicroStrategy, empresa listada na Nasdaq e considerada a maior detentora de bitcoin do mundo.

Existem outras empresas que também foram afetadas pela queda da maior moeda digital, e e muitas são aquelas que têm se relacionado com este mercado nos últimos meses, seja comprando criptomoedas, ou oferecendo serviços no setor.

Essa relação institucional de empresas públicas com o bitcoin tem ficado comum e tudo indica que deverá mostrar mais comportamentos similares nos próximos anos.

Ações de empresas listadas na bolsa de valores estão sendo afetadas pela queda do bitcoin

Em relação ao Real, o bitcoin registra uma queda de 12% nos últimos cinco dias. Essa realidade levou cada moeda a valer R$ 161 mil nesta terça-feira (10). Já na comparação com o Dólar, com o preço em US$ 31.660,00, há uma queda de 13,35% no mesmo período.

Mas segundo dados apurados pelo Livecoins na ferramenta Google Finance, a queda da moeda digital está longe de afetar apenas as criptomoedas alternativas.

Isso porque, ações de empresas também foram afetadas, como a Riot Blockchain (RIOT), por exemplo, que caiu 30% nos últimos cinco dias. A empresa listada na Nasdaq trabalha com a mineração de bitcoin.

Outra que trabalha com a mineração que viu uma queda de 27% em cinco dias foi a Marathon Holdings (MARA). Listada na bolsa de valores do Canadá, outra que teve problemas foi a Hut 8 Mining (HUT), que viu suas ações despencarem 24% nos últimos cinco dias.

Queda em ações de grande corretora dos EUA

Uma das quedas mais significativas do mercado foi vista na corretora Coinbase (COIN), a maior plataforma de compra e venda de bitcoins dos Estados Unidos.

Primeira corretora de criptomoedas a ser listada na bolsa de valores, a Coinbase viu suas ações caírem 8% nesta terça, um prejuízo acumulado de 37% para seus acionistas só nos últimos cinco dias.

Vale lembrar que essas são apenas algumas ações que estão diretamente envolvidas com o mercado de bitcoin, seja trabalhando em sua infraestrutura ou comércio. Mesmo assim, mostra que quando a moeda digital despenca, é inevitável que os investidores de ações não temam e saiam de suas posições.

O que mais chama atenção neste caso, contudo, é que o bitcoin mesmo operando com forte queda, ainda cai menos que as próprias ações que o acompanham. Dessa forma, fica claro que investir em bitcoin ainda foi mais vantajoso, pelo menos nos últimos cinco dias.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias