Empresas querem reduzir queimadas na Amazônia com criptomoedas e contratos inteligentes

A ideia por trás da criptomoeda é ser um meio de pagamento de serviços ambientais

Siga no
Pôr do Sol com Bitcoin

A crescente onda de queimadas na Amazônia impulsionou uma onda internacional de protestos, preocupações de líderes internacionais que debateram o tema na reunião do G7.

A comunidade de criptomoedas não ficou de fora e recentemente a Empresa Brasileira de Conservação de Florestas (EBFC) decidiu lançar a AMAcoin, que será lançada na Bolsa de Nova York na próxima semana.

O projeto é dos executivos Leonardo Barrionuevo que é presidente da EBFC e Nilton Constantino, responsável pela área de finanças da empresa que declaram que o projeto,  batizado de “The Amazonians Green Coin”, é a primeira green coin regulamentada do mundo.

A ideia por trás da criptomoeda é ser um meio de pagamento de serviços ambientais, com o objetivo de suportar a preservação da floresta tropical.

Segundo o Estado de São Paulo, a EBCF atua em projetos econômicos sustentáveis na Amazônia há dez anos. A captação mais recente ocorreu nesta semana, quando o grupo conseguiu fechar um contrato de parceria para captação de US$ 120 milhões com a 3 Capital Partners para o Brasil e América do Sul, e para a Europa, com a suíça Whinch Capital.

A fase 2 de captação está prevista para o primeiro semestre de 2020, e envolverá cerca de US$ 340 milhões nas bolsas de criptomoedas, ou seja, as “exchanges”. A primeira parceria com uma exchange, a Latoken, acaba de ser assinada.

Também de olho na preservação da Amazônia a Rainforest Foundation US uma ONG sem fins lucrativos com sede em Nova York que trabalha na América Central e do Sul, agora espera apoiar esforços de combate ao desmatamento com tecnologia de criptomoedas e blockchain.

A Fundação Rainforest está pedindo doações em criptomoedas para apoiar suas causas na flores.

“Desde a posse de Bolsonaro em janeiro, o desmatamento na Amazônia brasileira aumentou 75% e os incêndios florestais na Amazônia brasileira dobraram em relação ao ano passado. Como guardiões de nossas florestas tropicais, seus animais e seu povo, estamos trabalhando com o The Giving Block para formar uma coalizão de patrocinadores de criptomoedas, doadores e parceiros de mídia que ajudarão a parar essa devastação. ”

A Rainforest Foundation diz que está aceitando doações de criptomoedas em Bitcoin ( BTC ), Ether ( ETH ), Litecoin ( LTC ), Bitcoin Cash ( BCH ) e outros criptoativos..

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Glaidson dos Santos em pronunciamento feito pela Gas Consultoria antes de Operação da PF Faraó dos Bitcoins

Justiça bloqueia mais de meio milhão do “Faraó dos Bitcoins” em apenas quatro horas

A justiça brasileira determinou o bloqueio de mais de meio milhão de reais das contas do Faraó dos Bitcoins em menos de quatro horas. Essa...
Homem com algemas segurando Bitcoin criptomoedas sequestro prisão

Polícia desarticula quadrilha que iria sequestrar investidor de criptomoedas em Campinas

A polícia militar de São Paulo, por meio de seu Batalhão de Ações Especiais (BAEP), ajudou o Gaeco a desarticular uma quadrilha que planejava...
Imagem de enterro do Bitcoin após morte

Quantas vezes o Bitcoin morreu? 37 só este ano

Segundo estatísticas do site 99Bitcoins, o Bitcoin já foi declarado "morto" 37 vezes apenas em 2021, quase três vezes mais do que todo o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias