Ex-jogador na NBA acusado de golpe envolvendo Bitcoin

Siga no
Bitcoin e Dólar
Bitcoin e Dólar

Isaac Edward Austin, ex-jogador de basquete da NBA que se aposentou em 2004, está sendo acusado de dar um golpe em uma empresa de Gana. De acordo com as informações sobre o caso, ele está sendo acusado de tirar uma quantia equivalente a 825 mil dólares da companhia, com a desculpa de que iria investir em duas companhias que realizariam investimentos automáticos de Bitcoin, a IEA e a Tudor Trust.

O golpe aplicado por Isaac

De acordo com os representantes da companhia, o ex-jogador os convenceu de transferir pelo menos 75 criptomoedas para ele. Na época do ocorrido, o valor do Bitcoin estava em 11 mil dólares. Segundo a empresa, após destinar a quantia para Isaac, ele não a repassou para o programa, o que fez com que não cumprisse a promessa e ficasse com o montante para si.

No depoimento que deram, as vítimas ressaltaram que no dia combinado para receber o retorno de seus investimentos, o ex-atleta mentiu para a empresa, alegando que o dinheiro não pode ser destinado para o devido fim. De acordo com a companhia, por semanas ininterruptas Isaac foi dando desculpas sobre o porquê da transação ainda não ter sido concluída, até o momento em que foi descoberto que ele já havia desembolsado a quantia.

O desenrolar do caso

Depois de realizar diversas tentativas para contatar Austin, a companhia não teve sucesso em falar com o ex-jogador. Agora, a empresa tem tentado recuperar os investimentos que fez, além de divulgar o golpe em que caiu para outros locais que trabalham com Bitcoin. Esta não é a primeira vez em que uma empresa que atua por meio de criptomoedas passa por esta situação.

Neste ano, um homem de Jersey, nos EUA, deu o equivalente a 1 milhão e 500 mil dólares para um suposto negociador, que iria aplicar a quantia no mercado de BTC. Entretanto, este dinheiro nunca foi revertido para o criptomercado, o que o fez perder todas as suas economias. Este é mais um exemplo de como este tipo de golpe está cada vez mais presente na atualidade.

Os próximos passos desta história

A companhia afirma que irá tomar as medidas cabíveis contra Austin, para que ele devolva a quantia que retirou do local. De acordo com o comunicado da empresa, foi dado um último prazo para que ele devolva o dinheiro em até 48 horas. Se isto não acontecer, um processo legal será movido contra ele para que responda por suas ações juridicamente.

Até o momento, Isaac não se pronunciou sobre o assunto. Assim sendo, a companhia afirma que estará pronta para levar o caso aos tribunais assim que o prazo que deu para ele acabar. Há uma grande expectativa com relação ao que irá acontecer em seguida para todos os envolvidos.

Leia mais sobre:
Jeferson Scholz
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".
Piscina de natação competição Mercado Bitcoin

Mercado Bitcoin patrocina principal torneio de natação brasileiro

Um dos principais torneios de natação do Brasil será patrocinado pela corretora Mercado Bitcoin na próxima semana. Com início na próxima quarta-feira (9), a...

Fox Business confunde Bitcoin e entrevista apoiador do Bitcoin SV

A Fox Business entrevistou ontem Jimmy Nguyen, um apoiador da criptomoeda Bitcoin SV (BSV), uma cópia de uma outra cópia do bitcoin que se...

“Ninguém vai banir o Bitcoin”, diz diretor do Dep. do Tesouro dos EUA

Brian Brooks, o diretor do Gabinete Controlador da Moeda (em inglês, Office of the Comptroller of the Currency - OCC) comentou sobre os rumores de...

Últimas notícias

Fox Business confunde Bitcoin e entrevista apoiador do Bitcoin SV

A Fox Business entrevistou ontem Jimmy Nguyen, um apoiador da criptomoeda Bitcoin SV (BSV), uma cópia de uma outra cópia do bitcoin que se...

“Ninguém vai banir o Bitcoin”, diz diretor do Dep. do Tesouro dos EUA

Brian Brooks, o diretor do Gabinete Controlador da Moeda (em inglês, Office of the Comptroller of the Currency - OCC) comentou sobre os rumores de...

PayPal: “Criptomoedas precisam de regulação”

Para o CEO do PayPal, Dan Schulman, o mercado de criptomoedas precisa trabalhar em estreita colaboração com reguladores para ter uma "chance de sobrevivência"....