Funcionários da ATLAS QUANTUM deletam empresa do perfil no Linkedin

Em alguns casos os usuários excluíram o perfil inteiro na rede social. Outros mudaram o nome da Atlas para 4CADIA.

Siga no
Atlas Quantum
Atlas. Foto Renata Santos, Livecoins

Matéria atualizada em 12/09/2019 às 17:43


De acordo com informações do site RADAR BTC, funcionários da Atlas Quantum estão deletando a empresa de seus perfis do Linkedin. Em alguns casos o usuário voltou com a informação sobre a empresa.

A ação acontece poucas semanas depois da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) proibir a Atlas de oferecer investimentos em Bitcoin sem autorização da autarquia.

A Atlas está com atrasos de pagamentos que vem preocupando investidores. Várias reclamações estão aparecendo no Reclame Aqui e alguns investidores já começaram a procurar a justiça para receberem seus fundos de volta.

O LinkedIn é uma rede social para uso profissional. Em poucas palavras, se trata de um “currículo online” no qual o usuário expõe sua experiencia profissional.

Um levantamento feito pela equipe do Radar BTC descobriu que pelo menos 10 funcionários ou ex-funcionários excluíram a informação que trabalharam na Atlas de seus perfis na rede social.

Em alguns casos os usuários chegaram até mesmo a apagar todo o perfil da rede. Uma atitude considerada extrema.

Alguns usuários também alteraram a empresa Atlas para a 4CADIA, segundo fontes, se trata de um projeto da Atlas que estava em desenvolvimento.

Como na internet nada se apaga, centenas de prints de perfis relacionados a Atlas foram feitos nas semanas anteriores, esses prints estão agora sendo compartilhados em grupos de Whatsapp. No momento da redação desta matéria, a lista contava com pelo menos 12 pessoas que já teriam excluído a informação de seus perfis.

A lista possuí diretores, funcionários de compliance, marketing, advogados, desenvolvedores e outros cargos. A fase difícil que a Atlas enfrenta pode ser o motivador dessas exclusões.

Hoje a Atlas anunciou a demissão de 4 diretores, dos quais, um já deletou seu perfil no Linkedin. De acordo com informações do próprio Linkedin, pelo menos 30 funcionários deixaram a empresa nos últimos 2 meses.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br

Polícia descobre mineração ilegal de Bitcoin dentro do próprio quartel

A polícia de diversos países continua de olho nas atividades ilegais de mineração que utilizam energia roubada para obter lucros com criptomoedas. Um caso...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Ethereum será atualizado no dia 4 de agosto e se tornará deflácionário

Nos últimos dias os participantes de grupos de criptomoedas têm perguntado se a atualização de uma certa criptomoeda fará a alta do Bitcoin ser...
Mão segurando Bitcoin e bandeira da Malásia

“Clientes da Binance devem sacar fundos imediatamente”, diz CVM da Malásia

A CVM da Malásia afirma que os investidores de criptomoedas devem sacar seus fundos imediatamente da Binance, que receberá medidas coercitivas em breve. A nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias