Fundador da Dell diz que blockchain é subestimada e que não sabe sobre bitcoin

A Dell não é a única que está apostando em soluções de blockchain, outras grande companhias como a IBM, a Amazon e a Microsoft também estão criando produtos, como a IBM Blockchain, AWS Blockchain e Azure, respectivamente.

Siga no

Michael Dell, fundador da empresa de hardware que carrega o seu sobrenome, respondeu uma pergunta sobre Bitcoin em entrevista ao The New York Times, no qual promovia o seu novo livro que conta a história da Dell.

Hoje a Dell é a 28º maior empresa dos EUA e embora o seu foco seja hardware, uma de suas subsidiárias, a VMware, criou um protocolo de blockchain voltado à empresas, a VMware Blockchain, no final do ano passado.

Hoje várias gigantes da indústria tecnológica estão trabalhando em soluções de blockchain, acreditando que esta é a melhor forma para baratear custos ao mesmo tempo em que entrega um melhor produto.

Bitcoin?

Ao ser questionado sobre Bitcoin, o bilionário mostrou-se interessado na tecnologia blockchain ao dizer que poucas pessoas estão dando devida importância a uma tecnologia tão promissora.

Já em relação ao Bitcoin, Michael Dell parece não ter opinião formada sobre a maior criptomoeda do mercado. Esta foi a resposta do fundador da Dell ao responder a simples pergunta “Bitcoin?”

“Eu acho que a blockchain é provavelmente subestimada. Bitcoin, vou passar essa. Eu realmente não sei.”

A pergunta acontece em um momento que grandes instituições estão voltando os seus olhos para o Bitcoin como reserva de valor conforme ele se mostra mais interessante que o ouro em alguns aspectos como segurança e facilidade de custódia, oferta máxima de moedas e também por sua performance de rendimento.

Briga de gigantes no setor de blockchain

A Dell não é a única que está apostando em soluções de blockchain, outras grande companhias como a IBM, a Amazon e a Microsoft também estão criando produtos, como a IBM Blockchain, AWS Blockchain e Azure, respectivamente.

Todavia estas blockchains não são tão iguais as tradicionais, como do Bitcoin e do Ethereum, e funcionam mais como um DLT (Tecnologia de Registro Distribuído) devido a algumas de suas características, como a necessidade de permissão para usar o protocolo.

O foco destas blockchains, ou DLTs, é amplo conforme é utilizado por diversos setores como cadeias de suprimento, mercado financeiro e outros. Ao acelerar, baratear e permitir uma maior transparência em seus serviços, muitas empresas estão começando a utilizar esta tecnologia que explodiu graças ao Bitcoin.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.

Bitcoin dispara 10% após queda marcante

O Bitcoin surpreendeu com sua volatilidade de mercado e opera em alta de 10% nesta terça-feira (25), após várias quedas marcantes nos últimos dias....
Criptomoedas

5 criptomoedas para ficar de olho em 2022

O mercado de criptomoedas tem se mostrado cada vez mais promissor, cenário que deve se expandir ainda mais em 2022. À medida que esse...
Bitcoin sob pressão na Rússia, mineração, negociação, compra e venda

Além da Rússia, mais países pretendem banir o Bitcoin, diz minerador brasileiro

A mineração de Bitcoin poderá ser banida por mais países além da Rússia, segundo o minerador brasileiro Ray Nasser, CEO da Arthur Mining. No...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias