Gigante de Tóquio começa a minerar Bitcoin com chips “Kamikaze”

Maior empresa do setor elétrico no Japão vai minerar com energia que seria desperdiçada.

A empresa de Tóquio, “Tokyo Electric Power Company” (TEPCO), uma das gigantes do setor elétrico, começou a minerar bitcoin com suas instalações na capital japonesa, utilizando para isso energia renovável.

O anúncio da TEPCO, realizado nesta quarta-feira (14), mostra comprometimento com a empresa para melhorar o setor. Isso porque, sua produção de energia conta com um excedente que era desperdiçado.

Vale lembrar que com ações listadas na Bolsa de Valores do Japão, a empresa fornece energia elétrica a Tóquio e arredores. Assim, é maior empresa elétrica do país, com quase 40 mil funcionários.

Gigante da energia de Tóquio começa a minerar bitcoin com chips de última geração da Triple-1

Em uma parceria com a empresa Triple-1, a mineração de bitcoin se torna uma realidade para a gigante TEPCO.

Com os chips “Kamikaze”, considerados de última geração pelo alto impacto computacional, a empresa espera reduzir o desperdício de energia e ainda lucrar.

Tudo isso é parte de sua nova política de computação distribuída, anunciada nesta quarta. Assim, além dos projetos ambientais, a empresa quer minerar bitcoin com energia renovável e entrar em um novo setor de atuação.

TEPCO apresenta sua nova infraestrutura de mineração de bitcoin em Tóquio com energia renovável
TEPCO apresenta sua nova infraestrutura de mineração de bitcoin em Tóquio com energia renovável. Crédito: TEPCO.

De acordo com a publicação da empresa, a nova estratégia deve moldar a sociedade japonesa no futuro. Com o projeto de computação distribuída, a empresa espera mitigar os desastres naturais do país, que ocorrem com frequência.

“A partir de agora, a sociedade japonesa será a chave para a implementação de cidades inteligentes, direção autônoma, metaverso, etc. É uma tecnologia de “computação distribuída” para processar grandes quantidades de dados digitais em alta velocidade.”

Foco em cidades inteligentes, moedas digitais e metaverso

Para o futuro, a parceria entre as empresas pode abalar o Japão com uma nova realidade de inovação. O país já é um dos mais desenvolvidos no setor, assim, deve se tornar uma potência.

O foco da TEPCO será nos setores de cidade inteligente, moedas digitais (inclusive com mineração), e metaverso. Além disso, o projeto ambicioso abre espaço para a tecnologia 5G, direção autônoma e Inteligência Artificial.

Contudo, a base da evolução no Japão passa necessariamente pela computação distribuída, declarou a TEPCO, que começou a utilizar técnicas modernas para proteger suas instalações e dados. Assim, por todo o Japão, a empresa pretende construir novos data centers.

“Por exemplo, para realizar a direção autônoma, a IA deve processar não apenas os dados de direção do veículo, mas também grandes quantidades de big data do ambiente circundante e de outros veículos em alta velocidade em tempo real. Os centros de dados distribuídos estabelecidos em todo o país serão responsáveis por isso. Além disso, para reproduzir o mundo real no Metaverso, a renderização CG é necessária para mover gráficos avançados, que também podem ser processados em centros de dados distribuídos. Também pode ser usado para mineração de criptomoeda e análise de genoma.”

Após o anúncio de modernização de suas instalações, as ações da TEPCO (TYO: 9501)
subiam 1,18% na bolsa japonesa. Desde janeiro de 2022, as ações da empresa já valorizaram 71,5%.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Últimas notícias