Um dos maiores bancos dos EUA começa a vender Bitcoin

Diferente de transações com outros produtos de Bitcoin que a Goldman Sachs já negociava, como as opções da CME Group, dessa vez o banco atua diretamente como a parte principal da transação.

Goldman sachs
Goldman sachs

Goldman Sachs é um nome reconhecido globalmente por ser uma das principais empresas financeiras e de investimento do setor, com forte atuação nos EUA. Considerado um dos mais importantes bancos dos Estados Unidos, a companhia agora alcançou uma importante marca para o criptomercado, começando negociações de balcão de produtos relacionados ao Bitcoin.

Segundo informações da CNBC o Goldman Sachs se tornou o primeiro grande banco dos EUA a realizar negociação de criptomoedas. O Goldman Sachs negociou um instrumento chamado de opção não-entregável com a empresa de criptomoedas Galaxy Digital. 

Essa negociação está sendo considerada um marco importante para o desenvolvimento do criptomercado, principalmente quando considerado o contexto institucional.

Diferente de transações com outros produtos de Bitcoin que a Goldman Sachs já negociava, como as opções da CME Group, dessa vez o banco atua diretamente como a parte principal da transação.

Para Damien Vanderwilt, co-presidente da Galaxy Digital, a envolvimento do Goldman é um sinal de aumento de maturidade para essa classe de ativos entre os investidores institucionais, incluindo fundos de hedge e outras firmas importantes para o futuro do criptomercado.

“Essa negociação representa o primeiro passo que os bancos tomaram para oferecer exposição direta e customizada para seus clientes ao mercado de criptomoedas.” disse Vanderwilt em entrevista.

Ainda segundo o vice-presidente, essas negociações são sistematicamente muito mais relevantes para o mercado comparado negociações de contratos futuros ou outros produtos variados de corretora.

“Em um alto nível, isso acontece por causa das implicações do risco que os bancos estão assumindo; eles deixam implícito que confinam na maturidade do criptomercado.” acrescentou Vanderwilt.

Atuando como a principal parte na negociação com a Galaxy Digital, o banco Goldman Sachs está assumindo “um grande risco” ao lidar diretamente com criptomoedas, e não apenas um risco inerente a volatilidade do setor, mas também por causa de questões regulatórias.

O Goldman Sachs também está contente em ter realizado, como deixou claro Max Minton, chefe da divisão do Ásia/Pacífico de ativos digitais do Goldman.

“Nós estamos felizes em ter executado nossa primeira negociação de uma opção em criptomoedas liquidada em dinheiro com a Galaxy. Esse é um desenvolvimento importante nas nossas capacidades para ativos digitais e para a evolução geral dessa classe de ativos.” disse Minton.

Com isso, a ação pode sim ser vista como um dos principais bancos do mundo dando um voto de confiança direto ao criptomercado. É um marco importante, mesmo que muito técnico, para o futuro do criptomercado.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias