Governo nenhum poderá controlar o Bitcoin diz professor da Poli-USP

-

Siga no
Blockchain do Bitcoin
Blockchain do Bitcoin
Anúncio

Em uma entrevista a Rádio USP o professor Bruno Albertini, do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da Escola Politécnica (Poli-USP), disse que a regulamentação das criptomoedas atende aos anseios do governo e não dos usuários.

 “A regulamentação é mais para proteger o governo que o cidadão (…) “Regulamentar não é a maneira. A maneira correta é educar as pessoas para que elas entendam que a criptomoeda é um ativo virtual, que tem um valor financeiro, altamente instável e que não é um investimento.”

Entretanto, segundo ele, é preciso certa atuação governamental para evitar que as criptomoedas seja usadas para a prática de crimes, como lavagem de dinheiro, evasão fiscal e outros delitos. Contudo argumenta também que a incidência destes crimes com criptoativos é baixa comparado com Reias, ouro, dólar e outros ativos regularizados.

Anúncio

Mas apesar do governo querer controlar o Bitcoin, segundo ele, a natureza descentralizado da criptomoeda torna impossível o sucesso por parte dos reguladores.

“O Banco Central não vai controlar o Bitcoin, a Casa da Moeda não vai controlar o BTC, nem governo nenhum do mundo. Não tem como regular a inflação de criptomoedas descentralizadas”, disse.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

É animador o fato de autoridades brasileiras discutirem criptomoedas, diz OCDE

Para a OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), é animador o fato de as autoridades financeiras brasileiras discutirem a regulamentação das criptomoedas. Além disso,...

Meu Pé de Bitcoin é alvo de reclamações de clientes

A empresa Meu Pé de Bitcoin, com sede em Caruaru, no interior de Pernambuco tem sido acusada por clientes de não honrar com as...

“Criptomoedas não são poupança”, alegou empresa processada pela CVM

Em uma defesa contra a CVM, uma empresa brasileira afirmou que as "criptomoedas não são uma poupança". Tudo começou após a empresa captar investimentos...