GSI alerta para ataques ransomwares no Brasil

Força-tarefa do governo quer prevenir novos ataques a sites da administração pública no país.

Siga no
General Augusto Heleno, ministro do GSI-PR no Brasil
(Brasília - DF, 27/10/2020) Palavras do Ministro de Estado Chefe do GSI, Augusto Heleno. Foto: Alan Santos/PR

Nos últimos dias a segurança cibernética de órgãos públicos no Brasil foi amplamente testada, e falhou em vários. Com o crescimento dos ataques ransomwares no Brasil, o GSI emitiu um alerta para sites governamentais.

Nos últimos dias, por exemplo, um ataque atingiu com força os servidores do Superior Tribunal de Justiça, o STJ. Com o ataque, o tribunal ficou uma semana paralisado, voltando às atividades na última terça-feira (10).

Com anunciado pelo Livecoins, vários ataques aconteceram após isso. Em uma entrevista com os hackers que derrubaram sites do governo, ficou claro que eles não estão de brincadeira.

O governo então emitiu um alerta e realiza investigações sobre os recentes ataques.

GSI emite alerta para crescimento de ataques ransomwares no Brasil

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI/PR) é um órgão nacional que responde diretamente ao presidente. Criado em 1999, tem como responsabilidade assessor em assuntos militares e de segurança.

Desse modo, o atual ministro do GSI, General Augusto Heleno, emitiu um alerta na última quarta-feira (11). De acordo com a CNN Brasil, o recente ataque ao STJ motivou a emissão do alerta pelo órgão.

Dessa forma, o GSI pediu que órgãos públicos limitem o acesso aos servidores. Esse seria um movimento importante para aumentar a segurança do acesso aos dados por invasores.

Considerado um alerta especial, o GSI pede que menos pessoas acessem de forma limitada dados de servidores. Além disso, orienta que sejam criadas mais restrições nos acessos dos servidores.

O alerta do GSI pode até servir como referência para estados e municípios. Ou seja, após o recente ataque ao STJ, e ao Ministério da Saúde, o governo ligou o alerta para defesa cibernética. No caso do STJ, a polícia federal instaurou um inquérito para apurar o caso, ainda em andamento.

Criação do material envolveu participação de vários órgãos da administração pública brasileira

Segundo apurou a CNN Brasil, o material foi produzido com ajuda de vários órgãos públicos, membros do Ctir. Seriam eles: Polícia Federal, Dataprev, Serpro e a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia.

No entanto, no dia do alerta emitido pelo GSI, o General Augusto Heleno também teve um encontro com Alexandre Ramagem Rodrigues, Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Não ficou claro ainda se a Abin também estaria envolvida nas investigações contra os ataques hackers.

Em ataques ransomwares, os arquivos de um servidor são criptografados por vírus. Assim que instalados, podem ainda se disseminar e infectar novos computadores na rede, comprometendo gravemente a vítima.

É normal que os hackers então tentem cobrar um resgate para liberar os arquivos das vítimas. Criptomoedas como o Bitcoin e Monero são algumas das moedas exigidas em casos assim. No entanto, o pagamento não é garantia de que os hackers irão devolver os arquivos comprometidos.

No caso específico do STJ, como o órgão havia um backup dos dados, o vírus foi neutralizado e houve restauração dos arquivos. De acordo com o Ministro Humberto Martins, em comunicado institucional na última quarta, foi informado que até a política de acesso físico ao tribunal foi revista.

“Vale ressaltar o empenho da equipe da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação do STJ, com a colaboração do Comando de Defesa Cibernética do Exército brasileiro e do Serpro, para impedir novos ataques à rede do tribunal. Entre as providências, está a proibição, neste momento – e até nova ordem –, de ingresso na sede do STJ de equipamentos pessoais de informática, como notebooks”, declarou o STJ após serviço ser reestabelecido

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Cardano. Imagem: Abode Stock

Cardano dispara e bate recorde de preço enquanto Bitcoin cai

A criptomoeda Cardano (ADA) disparou neste sábado e bateu um novo recorde de preço, enquanto isso, o Bitcoin e a maioria das principais criptomoedas...
Elon Musk interpretando Wario. Imagem: Divulgação SNL.

Cocriador da Dogecoin chama Elon Musk de “vigarista egoísta”

Pouco tempo depois de Elon Musk afirmar que estava trabalhando com desenvolvedores da Dogecoin, o cocriador da criptomoeda meme, Jackson Palmer, apareceu no Twitter...
Criptomoeda Ethereum em destaque com outras criptomoedas ao seu redor rivais

Elon Musk vai comprar Ethereum?

“Eu acredito fortemente nas criptomoedas, mas elas não podem levar a um aumento massivo no uso de combustível fóssil, especialmente carvão”, disse Elon Musk,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias