Hackers estão distribuindo dinheiro de golpes para a caridade

Siga no

Um grupo especializado em ataques com ransomwares está assumindo uma posição de Robin Hood. Os hackers estão extorquindo grandes empresas e entregando o dinheiro a obras de caridade e ONGs. Os hackers estão fazendo isso através de uma famosa plataforma de doações em Bitcoin.

De acordo com informações do Decrypt um grupo de hackers extorquiu milhões de dólares de várias empresas e utilizou o dinheiro desses ataques para fazer doações em Bitcoins para diferentes ongs e instituições. De acordo com o grupo a ideia é “Tornar o mundo um lugar melhor.”

Especula-se que os hackers façam parte do Darkside, um famoso grupo com foco em ransomwares. O foco desse grupo é justamente atacar grandes empresas, infectando os sistemas de TI, mantendo arquivos e servidores como refém até que um pagamento em Bitcoin tenha sido feito.

Essa é uma tática muito conhecida e que foi aperfeiçoada pelo WannaCry, um dos mais destrutivos ataques de ransomware da internet.

Ação criou um dilema entre as entidades usadas pelos hackers

Hackers Robin Hood

Claro, a situação levanta um certo dilema entre diferentes pessoas e organizações, principalmente aquelas que recebem as doações. Afinal, é uma boa coisa receber dinheiro que foi conseguido de forma ilegal? Mesmo com o estilo Robin Hood por trás das ações, ainda é um tabu receber dinheiro roubado, mesmo que tenha sido roubado de quem “tem sobrando”.

Até mesmo a Giving Block, organização sem fins lucrativos que intermedia as doações, disse estar trabalhando para descobrir formas de determinar se os valores são roubados. A companhia disse que “se descobrir que essas doações foram feitas usando fundos roubados, vai devolver o dinheiro para os verdadeiros donos.”

Muitos entusiastas do criptomercado estão tentando ver o lado positivo da ação. Como citado pelo Decrypt, Charles Storry, da PhutureDAO disse “A noção de um hacker juntando Bitcoin para doar para a caridade é algo honrável. É uma pena que algumas entidades estejam devolvendo o Bitcoin, ele deveria ser usado para algo bom nessas supostas organizações que ‘se preocupam’.”

Já outros acreditam que por trás das boas intenções do grupo está uma ação mal pensada e que não passa a mensagem que eles querem, é o que acredita o analista da Quantum Economics, Jason Deane.

“Eu acredito na a possibilidade do Darkside estar tentando passar uma mensagem legitima sobre a distribuição de riquezas dos ricos para os pobres. Alguns podem até achar que é algo admirável, mas na realidade é algo que não foi muito bem pensado.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias