Hacker leiloa dados de 92 milhões de brasileiros

Na dark web, com 1,83 bitcoins você pode obter dados de quase 100 milhões de brasileiros

Siga no
Hackeada
Hackeada

Um hacker conhecido como X4Crow alega ter posse de um banco de dados SQL de 16 GB que contém informações pessoais de até 92 milhões de cidadãos brasileiros. O banco de dados está sendo leiloado em vários fóruns na dark web.

As informações sobre o leilão foram obtidas pela Bleeping Computer, que observou que o banco de dados pode conter muitas informações sobre muitos brasileiros, tornando o banco de dados uma mina de ouro para hackers que exploram esses bancos para fins como phishing, credenciais, roubo de identidade e controle de contas.

O hacker afirma em fóruns na dark web que as informações pessoais dos cidadãos brasileiros armazenados no banco de dados incluem nomes, datas de nascimento, CPF, sexo e nome da mãe. Usando qualquer um desses parâmetros, eles podem descobrir informações disponíveis sobre pessoas específicas com base nas informações disponíveis nos documentos de identificação nacionais brasileiros, como carteiras de motorista ou identidade.

X4crow leiloando dados de brazileiros em fórum na dark web
X4crow leiloando dados de brazileiros em fórum na dark web

“A exposição potencial de um banco de dados tão grande é preocupante e mostra que os cibercriminosos estão ficando cada vez mais motivados pelo ganho monetário potencial da venda de informações pessoais ​​- que se tornou uma espécie de moeda no mercado negro”, diz o site.

Banco de dados contém informações detalhadas sobre cada contribuinte

De acordo com a Bleeping Computer, o banco de dados poderia ter sido roubado de algum orgão do governo brasileiro e pode incluir informações adicionais, como números de telefones fixos e móveis, endereços de e-mail, endereços antigos, profissão, nível de instrução, possíveis parentes, vizinhos, placas e veículos, embora todos esses detalhes possam não estar disponíveis para todos os brasileiros.

Enquanto todo o banco de dados está sendo leiloado com lances a partir de US $ 15.000 (R$ 60 mil), o leilão cibernético também oferece outros serviços pagos com base nos dados armazenados no banco de dados. Por exemplo, outros hackers podem obter dados sobre qualquer empresa e sua estrutura corporativa no Brasil, pagando US $ 150 (R$ 600) ou um valor com desconto.

Hacker vende consultas com informações de brasileiros
Hacker vende consultas com informações de brasileiros

Corin Imai, consultor sênior de segurança da DomainTools, diz que, com tantos dados sendo roubados por hackers regularmente, as organizações – públicas e privadas – precisam se tornar mais inteligentes na proteção de dados para mitigar o risco para seus clientes e suas próprias empresas.

Em fevereiro deste ano, mais de 620 milhões de contas roubadas foram colocadas à venda no Dream Market, um mercado da Dark Web que pode ser acessado usando a rede tor Tor. As contas continham nomes, endereços de email e senhas de milhões de pessoas de todo o mundo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Alibaba Bitcoin

Alibaba proíbe venda de equipamentos de mineração de bitcoin

A proibição do Bitcoin na China começa a afetar outros setores da indústria. Desta vez a gigante Alibaba, 9ª maior empresa do mundo por...
Fachada de agência do Banco do Brasil

Tokecardume ou Bitemoeda? – Vejas as questões sobre criptomoedas do concurso do Banco do...

No último domingo (26), o concurso do Banco do Brasil foi aplicado em diversas cidades do Brasil, com várias questões sendo vistas sobre Bitcoin...
China-bane-bitcoin

China bloqueia CoinMarketCap, TradingView e sites de notícias sobre criptomoedas

O governo chinês declarou guerra total ao bitcoin ao proibir transações com os ativos digitais. As autoridades chinesas continuam a ofensiva e agora bloquearam...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias