Hackers usam PUBG para planejar roubo de US $ 2,47 milhões em criptomoedas

Siga no

O número de ataques hackers envolvendo criptomoedas está aumentando a cada dia, e os responsáveis ​​por eles estão criando novas maneiras de realizar os roubos. Um desses incidentes envolveu um dos jogos de smartphone mais jogados de todos os tempos, o Playerunknown’s Battlegrounds – PUBG.

Os hackers usaram a ferramenta de chat do PUBG para se comunicarem e compartilhar os detalhes do plano que eles elaboraram para hackear uma suposta “empresa comercial de criptomoedas”. A empresa perdeu moedas digitais no valor de mais de 2,47 milhões de dólares. A polícia local informou que aproximadamente US $ 256.000 em criptomoedas perdidas já foram recuperados. Espera-se que o restante seja recuperado em breve, uma vez que eles apreenderam 24 supostos criminosos on-line envolvidos no assalto.

A empresa, que não foi identificada em reportagens, é descrita na mídia local como uma empresa de criptomoedas baseada em Istambul. A própria empresa informou o ataque à polícia turca, afirmando que “uma grande quantidade” de bitcoin, ethereum e ripple foram roubados de duas de suas contas.

O Escritório de Cibercrime de Istambul coordenou a operação, detendo 24 suspeitos, segundo o jornal Daily Sabah. Dos detidos, 22 foram encaminhados para o tribunal de Istambul em Çağlayan, onde seis foram presos pelo tribunal e outros 16 receberam liberdade condicional. Dois suspeitos foram liberados.

As criptomoedas perdidas são: Bitcoin, Ripple e Ethereum. Autoridades de cibercrime que estão investigando o caso realizaram operações de busca nas cidades de Istambul, Bursa, Antalya, Izmir, Edirne, Ankara, Bolu e Afyonkarahisar.

O que distingue este caso dos muitos que o precederam é o método de comunicação que o grupo usou. Os policiais afirmam que os suspeitos estavam se comunicando usando o popular jogo de batalha PUBG.

Roubo de criptomoedas: um problema crescente

De acordo com um relatório da empresa de segurança cibernética CipherTrace, criptomoedas roubadas de corretoras e fraudes de investidores subiram mais de 400% em 2018 para cerca de US $ 1,7 bilhão. A empresa comentou que foi surpreendente obter esses resultados precisamente após a tendência de baixa severa dos últimos meses.

O relatório aponta que muitos dos crimes acontecem porque as corretoras têm uma política de segurança ruim e também por causa de um contexto legal inadequado nos países onde essas empresas estão sediadas.

“Esses hackers estão claramente migrando para jurisdições com regimes de AML (anti-lavagem de dinheiro) e KYC fracos”

No início deste ano, vimos centenas de milhares de tokens do Ethereum Classic (ETC) serem roubados por meio de um ataque de 51%. Algumas semanas mais tarde, vimos hackers roubando a corretora de criptomoedas Cryptopia, invadindo a empresa várias vezes e roubando milhões de dólares em criptomoedas.

Além disso, os hackers também estão inovando. Como vimos com esses hackers da Turquia fazendo uso do PUBG mobile para comunicação, em outros casos, os hackers estão usando falsas doações da Wikipedia, além de infectar arquivos Torrent para alcançar usuários desavisados.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Preço do Bitcoin em Euro

“Criptomoedas estão com os dias contados”, diz vice-presidente do Bank of China (Brasil)

"As criptomoedas estão com os dias contados", de acordo com Hsia Hua Sheng, professor de finanças da FGV e vice-presidente do Bank of China...
Símbolo do Bitcoin em blocos, representando blockchain atualização Taproot

Binance ainda não deu sinal verde para atualização do Bitcoin e é criticada nas...

A Binance ainda não atualizou sua versão do Bitcoin para aderir ao Taproot, uma das atualizações mais importantes da história do Bitcoin. Como resultado,...
Criptomoeda Chia mineração

Amazon lança mineração em nuvem de Chia e criptomoeda dispara 70%

A criptomoeda Chia foi integrada na AWS, serviço de computação em nuvem da Amazon, segundo uma postagem na pagina chinesa da empresa. Com o...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias