Homem é preso após pagar 40 bitcoins para matar criança de 13 anos

“Musbach decidiu assassinar a vítima para evitar que ela testemunhasse contra ele durante o processo criminal em curso”. - Diz o DoJ.

Um homem foi condenado a seis anos e meio de prisão por envolvimento com um caso chocante que incluiu a troca de fotos sexuais com uma garota de apenas 13 anos e posteriormente tentar contratar um assassino de aluguel para matar a criança antes que ela pudesse testemunhar contra ele.

O caso aconteceu em 2015, quando John Michael Musbach começou a trocar imagens explícitas com a criança de apenas 13 anos em Nova York.

Assim que os pais da garota tomaram conhecimento da situação, imediatamente entraram em contato com as autoridades. As investigações resultaram na identificação de Musbach, que residia em Galloway, no condado de Atlantic.

Homem contrata assassino de aluguel para matar criança de 13 anos

De acordo com o Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos, a polícia assumiu o caso e em março de 2016 efetuou a prisão de Musbach, que na época tinha 34 anos, por posse de pornografia infantil. Durante a operação, uma busca foi realizada em sua residência.

No entanto, Musbach estava determinado a não enfrentar as consequências de seus atos sem oferecer resistência.

Entre os dias 7 e 20 de maio daquele mesmo ano, ele manteve comunicação com uma pessoa que acreditava ser um assassino de aluguel, usando a dark web.

“Musbach decidiu assassinar a vítima para evitar que ela testemunhasse contra ele durante o processo criminal em curso”. – Diz o DoJ.

Mais de um milhão de dólares em bitcoin

Musbach chegou a questionar se um alvo de 14 anos seria muito jovem, ao que o suposto assassino respondeu que não havia problema. Em seguida, Musbach enviou mais de 40 bitcoins, o equivalente a US$ 20.000 na época e cerca de US$ 1,2 milhão nos dias atuais.

Os dias passaram e Musbach começou a ficar ansioso, enviando mensagens repetidas ao suposto assassino de aluguel para saber quando a ação seria executada.

Porém, quando solicitaram a ele que enviasse mais US$ 5.000 em bitcoins, Musbach recusou. Foi então que o suposto assassino revelou que tudo era uma farsa, ameaçando compartilhar seus detalhes com as autoridades caso ele o denunciasse.

Em fevereiro deste ano, Musbach se declarou culpado pela tentativa de assassinato. Na última quarta-feira, ele recebeu a sentença de 78 meses de prisão (seis anos e meio), além de três anos em liberdade condicional. Musbach também recebeu uma multa de US$ 30.000.

O advogado de Musbach, Rocco C. Cipparone Jr., expressou satisfação com a sentença. Ele explicou que a acusação poderia ter resultado em uma pena de 10 anos.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias